Gilmar Ferreira crê que Flamengo x Internacional decidirá o título Brasileiro

Quando me perguntam qual é o melhor time do Brasil, respondo que é o Flamengo. Mas quem será o campeão, ainda não dá para dizer...

BLOG DO GILMAR FERREIRA: O Flamengo empatou com o RB Bragantino e agora é esperar o jogo entre Internacional e Sport no Beira Rio, nesta quarta-feira (10).

Só então saberemos como ficará este rali entre cariocas e gaúchos pelo título da Série A do Brasileiro.

Por motivos óbvios, não acredito mais na hipótese da arrancada por fora da dupla Atlético-MG e São Paulo.

Há chances matemáticas, mas não vejo um plano mental capaz de garantir as vitórias nos jogos que ainda lhes restam.

Assim como não creio que o campeão seja conhecido antes da rodada final.

Acho até que nem mesmo o confronto entre Flamengo e Internacional na 37ª rodada decidirá o título.

No entanto, como existe o imponderável, prefiro evitar as projeções.

Até porque a irregularidade que os dois times já apresentaram durante a competição impede qualquer prognóstico.

Quando me perguntam qual é o melhor time do Brasil, respondo sem pestanejar que é o Flamengo.

Mas quem será o campeão, ainda não dá para dizer…

BRAGANTINO 1 x 1 FLAMENGO
Sair na frente no placar era tudo que o Flamengo de Rogério Ceni precisava num confronto contra um oponente competitivo e de boa qualidade técnica.

E o gol de pênalti de Gabriel Barbosa abriu espaço para o time se impor.

Só que, apesar da entrega, da marcação adiantada e das bolas retomadas no campo de ataque, Gabriel Barbosa, Bruno Henrique e cia não “mataram” o jogo.

O domínio foi amplo no primeiro tempo, houve chances de abrir vantagem, mas o placar não saiu do 1 a 0.

No segundo, o Bragantino adiantou a marcação, aumentou o ritmo, e equilibrou o jogo.

Empatou a partida aproveitando uma das poucas falhas do sistema defensivo do Flamengo, que ainda assim teve oportunidades de retomar a vantagem.

Foi, na minha avaliação, um resultado injusto pelo volume empregado pelo time carioca nos primeiros 45 minutos.

Porém, absolutamente acetável pela campanha do time paulista que perdeu apenas um dos oito jogos que fez em 20 21.