Após Cuéllar, Al Hilal indica pagar até R$ 64 milhões para contratar xodó da torcida do Fla; diretoria faz jogo duro

Os jogadores titulares do Mengão continuam visados no mercado e uma proposta pode chegar ao conhecimento da diretoria até o próximo dia 7

Foto: Divulgação

Bolavip: Romário Júnior

Flamengo ainda continua sendo um dos clubes mais poderosos do continente. Por mais que essa temporada seja abaixo do esperado, ninguém nega que o time flamenguista é acima da média e tem tudo para permanecer brigando por títulos por muito tempo. A equipe ainda está na briga pelo título do Brasileirão e irá usar a força do grupo para tentar ultrapassar o Inter até o final do campeonato.

Fora de campo, os dirigentes se mexem para não perder jogadores do time titular. Mesmo com algumas dificuldades financeiras, o Mengão faz jogo duro nas negociações. É nesse sentido que o clube conseguiu segurar Everton Ribeiro e recuou ofertas por Michael e Léo Pereira. Outro que está na mira do exterior é Bruno Henrique.

O Al Hilal já monitora a situação do jogador há muito tempo. Na semana passada, o portal Al-Bilad, da Árabia Saudita, disse que a direção do time de Cuéllar aceitaria pagar até 10 milhões de euros (R$ 64,3 milhões na cotação atual). Essa investida estaria sendo programada para ser feita até o próximo dia 7. Por enquanto, o Fla não recebeu nenhuma proposta.

Bruno Henrique vem sendo visado desde a ótima temporada de 2019, quando foi “Rei da América”. Na ocasião, ele renovou contrato com Mengão e recebeu um belo aumento salarial. Até por isso, o jogador está muito satisfeito e feliz vestindo o Manto Sagrado. Uma saída só será debatida se o projeto for muito grande, fora dos padrões do futebol brasileiro.

A diretoria do Mengão entende que essas cobiças no mercado são normais, até porque, muitos jogadores do Flamengo são acima da média e seria surpreendente se não existisse esse tipo de coisa. Contudo, a prioridade é manter uma equipe qualificada e pronta para ganhar títulos.