STJD nega pedido de adiamento dos depoimentos dos atletas do Fla, e vai fechar inquérito de injúria racial sem ouvi-los

De acordo com o Globo Esporte, o Flamengo pediu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que adiasse os depoimentos de Gerson, Bruno Henrique e Natan, que seriam nesta quarta-feira (03), uma vez que os atletas estão concentrados para o clássico contra o Vasco. 

Por conta disso, o volante Gerson, que acusou Juan Pablo Ramírez de injúrial racial no último duelo entre Flamengo e Bahia, não compareceu para prestar depoimento nesta manhã. Dessa forma, o tribunal informou que vai dar prosseguimento ao inquérito que apura a acusação sem ouvir os jogadores do Flamengo.

Ramírez e Mano Menezes, ex-treinador do Bahia, também seriam ouvidos presencialmente, mas o clube baiano pediu para que os depoimentos sejam de forma virtual. Dessa forma, eles vão depor numa audiência online tarde desta quarta. 

Na reportagem, o portal explica que “nos bastidores, os auditores estranharam a ausência dos jogadores pelo fato de a denúncia ter partido do próprio Flamengo. O clube pôde escolher as datas dos depoimentos e concordou em marcá-los para esta quarta, dia 3.”