Flamengo não receberá aluguel pela final da Libertadores no Maracanã. Entenda!

Foto: Flamengo

Neste sábado (30), o Maracanã será palco da final da Taça Libertadores da América entre Palmeiras e Santos. No entanto, os gestores do Maracanã, Flamengo e Fluminense, não receberão qualquer valor pelo evento. Inclusive, o Governo do Estado do Rio de Janeiro também não. 

Isso porque, de acordo com o UOL Esporte, o acordo feito entre o Governo do Estado e a Conmebol, antes da pandemia causada pelo Covid-19, foi de que cederia o espaço de graça. O governo aceitou a cessão desta forma porque entendia que a final era o segundo maior evento esportivo do continente e, portanto, atrairia público e movimentaria a economia.

Ainda segundo a reportagem, no caso do Flamengo e do Fluminense, havia uma expectativa de que, com público, os clubes pudessem ter pelo menos algum retorno financeiro. Porém, com a situação da pandemia, foi suspenso a ida de torcedores aos estádios para evitar aglomeração e uma possível maior proliferação do vírus. 

A Conmebol arcará com todos os custos de operação e decoração do Maracanã. Como legado, deixará uma reforma no gramado do estádio que está em estado bem melhor do que quando utilizado para jogos do Brasileiro. Foi contratada a especialista Maristela Kuhn, que atuou como consultora na Copa-2014. Na sexta-feira, véspera da final, é perceptível o incremento na qualidade do campo.” finalizou a reportagem. 

Fonte: Flazoeiro

DEIXE UM COMENTÁRIO