Flamengo atrasa pagamento da penúltima parcela de Michael; Goiás não abre mão do valor integral

Nesta segunda-feira (25), data referente à penúltima parcela da compra de Michael pelo Flamengo junto ao Goiás, o clube da Gávea acabou não realizando o pagamento. A saber, o Rubro-Negro procurou Edminho Pinheiro, dirigente do Esmeraldino, para parcelar o valor, mas os goianos não aceitaram. A informação foi divulgada primeiramente pelo jornalista Bruno Daniel, da Rádio Bandeirantes Goiânia.

Vale destacar que a multa em caso de não pagamento é de 20%. Em síntese, o prazo é de até 10 dias. Caso o Mais Querido não deposite o montante, o Goiás vai executar o contrato. A cúpula rubro-negra propôs um valor parcial de aproximadamente 1,5 milhões de euros (2,5 milhões de euros é o valor total da parcela) nesta segunda (25).

Lembrando que já houve uma repactuação no momento da segunda parcela do Flamengo ao Goiás. Contudo houve também um acordo de que novas repactuações não seriam feitas, por isso, a recusa dos goianos nesta penúltima parcela. De acordo com o portal “Goal”, uma fonte ligada a diretoria do Alviverde utilizou a compra de Pedro pelo Fla, como argumento para rebater o clube da Gávea de não cumprir o que está previsto no contrato de Michael.

Em virtude da crise financeira que vive, o Goiás não abrirá mão de receber o valor integral da parcela deste 25/01. Vestindo o Manto Sagrado, Michael entrou em campo em 40 vezes, totalizando cerca de 1.327 minutos. O atacante marcou apenas quatro gols.

Fonte: coluna do fla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui