Flamengo perde para o Athletico e desperdiça chance de encostar na liderança do Brasileirão

Reprodução

Flamengo e Athletico-PR entraragtm em campo na tarde deste domingo (24), em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada na Arena da Baixada, às 16h (horário de Brasília), e o Mais Querido buscava uma vitória para se manter vivo na briga pelo título nacional.

Para o duelo, Rogério Ceni escolheu a seguinte equipe titular: Hugo, Isla, Gustavo Henrique, Arão e Filipe Luís; Gerson, Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta, Vitinho e Gabigol.

O JOGO:

Em clima de decisão, o Flamengo iniciou a partida comandando as ações do duelo e impondo o seu ritmo de jogo. Com a marcação alta, o Mais Querido pressionava a saída de bola do Athletico para buscar o primeiro gol. Jogando no gramado sintético, o Mais Querido tocava bastante a bola para se adaptar ao campo, e girava na tentativa de encontrar espaços e abrir o placar.

Aos 20 minutos, duas defesas espetaculares de Hugo, que salvou o Flamengo do primeiro gol. Com a postura de jogar no contra-ataque, o Athletico encontrou espaço e saiu com perigo na cara do gol rubro-negro. Logo depois, aos 24, os donos da casa conseguiram abrir o placar. Nicão cruzou para Abner na direita, que estufou as redes do Mengo. Flamengo 0 x 1 Athletico PR.

Apesar de ser muito superior na posse de bola, o Flamengo, perdido em campo, não conseguia jogar e, aos 29 minutos, viu o Athletico ter mais uma boa oportunidade, mas foi novamente salvo por grande defesa de Hugo.

Pouco depois, aos 33, GOL DO FLAMENGO!! Arrascaeta cobrou falta e Gustavo Henrique subiu no segundo andar para cabecear e estufar as redes do CAP. Tudo igual na Arena da baixada. Flamengo 1×1 Athletico PR.

Primeiro tempo fraco do Flamengo. Lado direito completamente exposto, com Everton Ribeiro (em péssima tarde) e Isla fora de sintonia. Vitinho, que entrou no lugar de Bruno Henrique, foi outro destaque negativo. Positivamente, vale ressaltar, mais uma vez, as boas atuações de Diego e Arrascaeta, comandando o meio. Boa partida também de Filipe Luís que não tomou nem um drible e ainda salvou o Mais Querido em falha de Hugo, e Gustavo Henrique, seguro na zaga e autor do gol.

Para o segundo tempo, as equipes voltaram sem alterações e o Flamengo precisava buscar a vitória para se manter vivo na luta pelo título do Brasileirão.

A segunda etapa foi bastante truncada, sem muitos espaços e criações de jogadas para nenhum dos lados, com nível técnico bem abaixo do que poderia ser produzido. Foi só aos 22 minutos, que o Flamengo teve uma oportunidade incrível de ampliar o marcador. Diego deu umac cavadinha para dentro da área, risco escorou e deixou para Arrascaeta, que finalizou, mas Pedro Henrique, o defensor do Athletico, tirou em cima linha. Segue tudo igual no marcador.

Aos 26 minutos, substituição dupla no Flamengo: Pepê entrou no lugar de Everton Ribeiro e Pedro substituiu Gabigol. Sem muitas surpresas, mais uma alteração de Ceni aos 36: sai Arrascaeta para a entrada de Rodrigo Muniz.

No lance seguinte, gol do Athletico. Aos 37 minutos, no contra-ataque, Khellven levantou para Kayser, que balançou as redes de Hugo. Athletico PR 2×1 Flamengo.

Aos 40, Rogério Ceni fez outra substituição dupla: tirou Vitinho e Isla para as entradas de Michael e Matheuzinho. No entanto, com erro nas primeiras alterações e a insistência em Vitinho, que não rendeu desde o início do jogo, Ceni não foi capaz de fazer o Flamengo buscar o resultado, em uma rodada que se desenhou perfeitamente para o êxito do Rubro-Negro. Sem mais, fim de papo na Arena da Baixada: Athletico PR 2 x 1 Flamengo.

Publicado em: coluna do fla

DEIXE UM COMENTÁRIO