Com moral após seu primeiro gol, Pepê saiu da lista de dispensa do Fla por pedido de Ceni

Foto: Alexandre Vidal - Flamengo

Com problemas de lesão e convocação desde que chegou ao clube carioca, Ceni teve de lidar com muitos desfalques nas partidas. Para criar solução, chegou a improvisar jogadores e tirou até mesmo um atleta que estava na fila de dispensa para ser o responsável pelo gol que colocou o Flamengo dependendo apenas de si para ser campeão do Campeonato Brasileiro.

Esse é o caso do meio-campista Pepê. O jogador tinha vínculo até dezembro de 2020 e estava fora dos planos dentro do clube. Ceni admitiu que não conhecia o jogador, mas que passou a admirar o futebol do atleta durante os treinos. Puxou Pepê para ser volante por conta da falta de atletas para a função e colheu os frutos contra o Palmeiras. Pepê entrou na segunda etapa para dar fôlego ao meio-campo do Flamengo quando o Palmeiras mais ameaçava a vitória parcial por 1 a 0. Minutos depois, o meio-campista aproveitou passe de Pedro e fuzilou as redes de Weverton para garantir a vitória por 2 a 0.

+ Segundo portal turco, Fla pede 1 milhão de euros por empréstimo de Léo Pereira ao Besiktas

Formado no Ninho do Urubu, Pepê disputou dez jogos nesta temporada, sendo quatro foram em janeiro, nas primeiras rodadas do Estadual, quando Maurício Souza – técnico do Sub-20 – substituiu Jorge Jesus e utilizou uma equipe alternativa. Depois, o meia de 23 anos voltou a atuar em outubro, sob o comando de Domènec Torrent, por quatro minutos diante do Sport. Cabe lembrar ainda que Pepê, aposta de Ceni, foi emprestado ao Portimonense, de Portugal, em 2019.

DEIXE UM COMENTÁRIO