Cria do Flamengo, Diego Maurício revela surpresa com mudanças na estrutura do CT

Em entrevista ao ESPN.com.br, Diego Maurício, atacante formado nas categorias de base do Flamengo falou sobre a nova realidade do clube e relembrou os tempos em que treinava no Ninho do Urubu. Cria da base rubro-negra, o jogador viveu momentos mais difíceis por lá. Mesmo porquê, ele passou pela transição do time profissional da Gávea para o CT, uma das exigências do na época, treinador do clube, Vanderlei Luxemburgo, Em entrevista ao ESPN.com.br , o atacante contou como se surpreendeu em visita ao Ninho do Urubu em 2019.

Eu saí do Flamengo em 2012, voltei em 2019, seis anos e meio sem ir ao Ninho do Urubu. Era uma situação bem difícil, quando eu saí de lá, do CT, e, quando eu cheguei lá me perguntei: ‘Estou onde? No paraíso?”, disse. “A estrutura é uma coisa espetacular. O Flamengo sempre foi grandes, mas, hoje, tem pessoas que são grandes, também, administrando o clube. Isso é muito importante. Pessoas que querem que o clube cresça”, completou.

Entre 2010 e 2012, Diego Maurício vestiu a camisa do Flamengo em 78 oportunidades. Ao todo, o atacante, apelidado de Drogbinha, balançou as redes oito vezes.

Retirado de: Flazoeiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui