Flamengo fica próximo de acertar saída do Lincoln para o Japão

O atacante Lincoln está perto de ter o seu futuro definido pela diretoria do Flamengo. Ao longo desta sexta-feira, membros da cúpula do futebol tiveram reuniões com representantes do Vissel Kobe, do Japão, que estão no Rio de Janeiro para tentar sacramentar a contratação do jovem atacante. O clube rubro-negro fez uma contraproposta e aguarda a resposta para, enfim, acertar a saída do jovem de 20 anos.

Inicialmente, o Vissel Kobe ofereceu ao Flamengo o seguinte molde de negociação: empréstimo de Lincoln até dezembro de 2021, com compra obrigatória, avaliada em 5 milhões de dólares, cerca de 26 milhões de reais, por 80% dos direitos econômicos do atacante, caso ele disputasse 65% das partidas ao logo da temporada.

O Flamengo, inicialmente, não queria fazer a transação com o time japonês porque recebeu uma proposta por Lincoln mais atrativa, pelo menos na visão dos dirigentes. O FC Cincinnati, dos Estados Unidos, se interessou na contratação do atacante também por empréstimo, mas com obrigação de compra em julho. Os norte-americanos estavam dispostos a pagar 500 mil dólares à vista, pelo empréstimo, e 2,5 milhões de dólares, cerca de 15,5 milhões de reais, também por 80% dos direitos econômicos, na opção de compra.

Alguns vão se perguntar. Mas por que o Flamengo prefere fazer negócio com um clube que vai pagar menos: a resposta é simples: a cúpula rubro-negra entende que o fato de o FC Cincinnati pagar uma parte à vista e a outra no meio do ano é melhor para as finanças do clube. E tem outro ponto que os dirigentes rubro-negros estão levando em consideração.

No caso do time japonês, por ser contrato até fim de temporada, o Flamengo acredita que pode acontecer mudanças no Vissel Kobe que podem afetar o futuro do Lincoln, como a decisão de não querer o atacante no elenco para a temporada 2022.

Mas há um entrave: a proposta salarial para Lincoln do Vissel Kobe foi mais atraente do que a do FC Cincinnati. Então, o jogador disse que não aceitaria a ida para os Estados Unidos, apenas para o time japonês. Então, o Flamengo, decidiu fazer uma contraproposta para o Kobe, que foi de empréstimo até dezembro, mas com 500 mil dólares à vista + 2,5 milhões de dólares na opção de compra por 75% dos direitos econômicos, totalizando 3 milhões de dólares na operação final.

Na oferta do Flamengo ao Vissel Kobe, eles pediram a obrigação de compra de Lincoln em dezembro caso ele dispute 50% das partidas ao longo da temporada 2021. Por conta do fuso horário, a diretoria rubro-negra entende que o retorno dos japoneses pode demorar até este sábado.

Enquanto a situação não é definida, Lincoln cumpre a sua rotina de treinos no time Sub-20 do Flamengo. Inclusive, o garoto está sendo elogiado nos últimos dias pelo comprometimento no dia a dia, com direito a conselho a jogadores mais jovens.

O DIA: Venê Casagrande

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui