Diretoria se reúne com Ceni e Flamengo indica possibilidade de demissão ainda em janeiro; jogadores estão fechados com Rogério

Ceni encarou mais jogos decisivos do que Dome, mas teve um tempo maior para treinar e não encarou surtos de Covid-19 no elenco

Rogério Ceni ainda não convenceu os torcedores do Flamengo. Em 11 partidas sob o comando do treinador, o Rubro-Negro venceu apenas quatro jogos e empatou outros quatro, resultando em um aproveitamento de apenas 48%. Em termos de comparação, este índice é pior que o alcançado por Domènec Torrent, antecessor do comandante no Mais Querido. Com o catalão, foram 14 vitórias, quatro empates e seis derrotas — um aproveitamento de 63%.

Pressionado, Rogério terá um novo desafio pela frente. O Flamengo volta a campo no próximo domingo (10), às 16h (de Brasília), para enfrentar o Ceará, no Maracanã, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. No Twitter, alguns torcedores ironizaram a demissão de Marcelo Chamusca do Fortaleza e “ofereceram” Ceni ao seu antigo clube. A demissão do treinador, no entanto, não deve acontecer no mês de janeiro.

Venê Casagrande, repórter do jornal O Dia, trouxe novas informações sobre a reunião de Ceni com a diretoria. Segundo o jornalista, a alta culpá-la do Flamengo acredita que a política do “começou mal, demite” não é o melhor caminho. Os atletas tiveram participação direta na decisão, já que todos os jogadores gostam da metodologia da comissão e estão “fechados” com Rogério. Existe, sim, uma cobrança interna por melhores resultados.

A cobrança, todavia, não é nenhuma pressão por demissão ou algo do tipo. A ideia do Flamengo é terminar o Brasileirão com Rogério no comando, independentemente do desempenho da equipe na competição. Ou seja, qualquer possibilidade de saída ainda em janeiro está descartada. Ao término do torneio, uma nova avaliação será feita. Marcos Braz, que foi duramente criticado por torcedores depois da derrota de ontem, foi ao vestiário e conversou com os jogadores.

Segundo pessoas que presenciaram o momento, o discurso de Braz não foi de dar vontade ao elenco, mas, sim, não deixar que ninguém jogasse a toalha na disputa pelo título. Desperdiçar oportunidades para ser líder ou encostar no primeiro colocado tem sido uma constante na vida do Rubro-Negro, que viu o São Paulo ser goleado pelo Red Bull Bragantino por 4 a 2. O Flamengo é o segundo colocado na tabela de classificação com 49 pontos.

Fonte: Bolavip

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui