Flamengo terá que subir ou negociar 5 jogadores do sub-20

São os jogadores que completaram 20 anos, estouraram idade de juniores e, a partir de março, só poderão atuar pelos profissionais.

No planejamento do Flamengo para 2021, cinco nomes oriundos do sub-20 terão seus casos analisados. São os jogadores que completaram 20 anos, estouraram idade de juniores e, a partir de março, só poderão atuar pelos profissionais da equipe rubro-negra.

Veja a lista:
– Victor Hugo e Pedro Caracoci (goleiros);
– Pablo (lateral-esquerdo);
– Richard Rios e Matheus Alves (volantes)

Além do quinteto, há outros dois casos especiais: Matheuzinho e Lincoln. Ambos tinham idade de sub-20 em 2020, mas passaram a maior parte da temporada no profissional.

O lateral-direito disputou apenas dois jogos nos juniores – o último deles na semana passada, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Lincoln está fora dos planos do clube, chegou a treinar na categoria abaixo, mas está no profissional há três anos.

O Flamengo ganhou dois meses para decidir o que fazer com os atletas que estouram idade. Como o calendário de 2020 invadiu 2021, a CBF liberou que todos os atletas em último ano de sub-20, nascidos em 2000, atuem pelas competições de base até fevereiro.

O Flamengo segue vivo na disputa do Campeonato Brasileiro da categoria. O jogo de volta das quartas de final, contra o Fluminense, acontece nesta segunda-feira.

Renovações pontuais
Por conta disso, três dos jogadores que estouraram idade tiveram também seus contratos renovados até fevereiro – antes, o vínculo se encerraria em dezembro de 2020. São os casos dos goleiros Victor Hugo e Pedro Caracoci e do volante Matheus Alves. Outro jogador na mesma situação, mas ainda com 18 anos, é o zagueiro Hugo Marques.

A permanência do trio após fevereiro, porém, é uma incógnita. Tanto Victor Hugo quanto Pedro Caracoci são reservas no gol – João Fernando é o titular – e tiveram poucas oportunidades.

Matheus Alves foi titular em boa parte da temporada, mas vê concorrência alta no setor, com nomes como Daniel Cabral e Gomes tidos como maior projeção e já com experiência no profissional. Ele chegou a ter acordo para deixar o Flamengo no meio do ano, mas questões burocráticas inviabilizaram a ida para o Leixões, de Portugal, naquele momento.

No momento, Richard Rios é quem tem mais chances de ser aproveitado no elenco profissional. O colombiano já fez sua estreia no time de cima, no empate com o Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro, e tem contrato até dezembro de 2021. Na reta final da temporada, passou a ser o capitão do sub-20. Antes, atuou improvisado como lateral-direito em algumas ocasiões.

Pablo, por outro lado, vive situação complicada. O lateral-esquerdo é, atualmente, a terceira opção para o setor no sub-20, atrás de Ramon e Ítalo. No início da temporada, também jogou muitas partidas improvisado pela direita. Seu contrato vai até dezembro de 2021. Até agora, é o líder de assistências da categoria na temporada, com quatro – empatado com Ramon e o meia Max.

Confira os números do quinteto pelo sub-20 na temporada 2020:
– Victor Hugo (goleiro), seis jogos;
– Pedro Caracoci (goleiro), 10 jogos;
– Pablo (lateral-esquerdo), 22 jogos, 4 assistências;
– Richard Rios (volante), 21 jogos, um gol e 3 assistências;
– Matheus Alves (volante), 15 jogos, um gol e uma assistência.

GLOBO ESPORTE: Por Felipe Schmidt

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui