Marcos Braz comenta atuação do árbitro Flávio Rodrigues contra o Bahia: “Não respeitou o futebol”

A atuação do árbitro Flavio Rodrigues na partida entre Flamengo x Bahia, no último domingo (20), pela 26ª rodada do Brasileiro, ainda dá o que falar. Em entrevista ao canal Paparazzo Rubro-Negro, o vice-presidente de futebol sobre as polêmicas que envolveu o jogo como a expulsão de Gabigol aos nove minutos do primeiro tempo e lembrou que o Mais Querido havia pedido a troca do trio de arbitragem com antecedência.

— O Flamengo, com antecedência, pediu para que esse rapaz (Flávio Rodrigues) não apitasse o nosso jogo. O Flamengo de maneira calma, tranquila, sem botar questão política, sem botar nenhuma questão de idoneidade desse rapaz, pediu para que mudasse o trio de arbitragem e não foi feito, aconteceu o que aconteceu.

O dirigente falou também sobre a decisão da CBF em não acatar o pedido do Rubro-Negro. Vale lembrar que o Flamengo promoveu embates com a entidade após a delegação que viajou ao Equador para enfrentar o Independiente Del Valle e Barcelona de Guayaquil pela Libertadores, sofreu um surto de Covid, resultando em baixa de muitos atletas do elenco principal. A direção pediu o adiamento da partida, também negado. Segundo Braz, o clube respeitou a decisão da confederação, mas fez críticas ao árbitro.

— Quero pontuar que a gente pediu para esse rapaz não apitar o jogo, não somos engenheiros de obra pronta não. Só que a CBF entendeu que não deveria fazer isso, a gente tem que respeitar a entidade, a gente respeitou, mas quem não respeitou o futebol foi o árbitro.

O duelo entre Fortaleza x Flamengo deste sábado (26), às 19 horas (horário de Brasília), terá exibição do Premiere.