Flamengo acerta indenização com família de Pablo Henrique, vítima da tragédia no Ninho

Nesta quarta-feira (23), o Flamengo deu mais um passo importante no que diz respeito a tragédia do Ninho do Urubu. Isso porque, o clube acertou acordo indenizatório com a família de Pablo Henrique, um dos dez jovens vitimados no incêndio que acometeu os alojamentos das categorias de base do Fla.

A família, representada pela advogada Mariju Maciel, desistiu da ação na Justiça e chegou a entendimento com jurídico do clube. Segundo o site GE, a negociação entre as partes estava suspensa até a última semana, quando aconteceu a redução no valor da pensão paga pelo Fla aos familiares. A quantia, de R$ 10 mil passou para R$ 5 mil. Após esse novo ‘episódio’, os representantes de Pablo reagiram e acabaram firmando o acordo com o Mengo.

Apesar de lamentar a demora no andamento das investigações por parte do Ministério Público e as autoridades envolvidas, já que o incêndio aconteceu no dia 08 de fevereiro de 2019, a família do jovem decidiu por aceitar a proposta do Flamengo.

Com o acordo firmado, a família de Pablo Henrique se juntou aos representantes e familiares de Athila Paixão, Bernardo Piseta, Gedson Santos, Jorge Eduardo, Vitor Isaías, o pai de Rykelmo (uma vez que a mãe deste entrou com ação na Justiça), todos com acerto indenizatório firmado.

Por outro lado, o Rubro-Negro ainda não conseguiu avançar nas negociações com as famílias de Arthur Vinicius e Christian Esmero e, claro, a mãe de Rykelmo. Entre os sobreviventes, o Flamengo fechou acordo com todas as 16 famílias. O último foi Jhonata Ventura, de 15 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui