Na raça! Com um a menos, Flamengo vira contra o Bahia e sobe na tabela do Brasileirão

Flamengo e Bahia entraram em campo na noite deste domingo (20), em partida válida pela 26ª rodada do Brasileirão. O jogo foi disputado no Maracanã, às 18h15 (horário de Brasília), e o Mengo, que se despedia do estádio na temporada, buscava uma vitória para colar na liderança do Campeonato Brasileiro.

O Flamengo de Rogério Ceni entrou em campo com: Diego Alves, Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol.

O JOGO:

O Flamengo abriu o placar logo aos quatro minutos, com um verdadeiro GOLAÇO de Bruno Henrique. O atacante avançou, limpou a jogada e acertou na gaveta do adversário. Que pintura no Maracanã! Mengo 1×0.

O Mais Querido, que buscava a vitória para seguir vivo no campeonato, viveu um drama logo aos nove minutos, ao ver Gabigol sendo expulso por ofensa ao árbitro. O atacante do Rubro-Negro reclamou muito do cartão vermelho, e a partida ficou paralisada por cerca de quatro minutos.

Em desvantagem numérica, o Flamengo tentava administrar o placar e ampliar o marcador, mas viu o Bahia oferecer perigo em duas oportunidades. Todavia, pôde contar com duas boas defesas de Diego Alves, que voltou aos gramados de contrato recém-renovado.

Com a famosa valorização da posse de bola, o Mengo não se deixou abater pela expulsão de Gabi, e continuou buscando o segundo gol, que saiu dos pés de Isla. Gerson lançou Bruno Henrique, que avançou e serviu ao chileno. O lateral-direito, de perna esquerda, balançou as redes o Bahia e marcou o seu primeiro gol com o Manto Sagrado. Mengo 2×0.

Aos 41, linda jogada de Bruno Henrique. Imparável, o camisa 27 saiu em velocidade, deixou o adversário na saudade e bateu pro gol, mas parou na defesa de Douglas Friedrich. Para encerrar a etapa, mais uma dele. Aos 48, Bruno Henrique comandou mais um bom lance e teve grande oportunidade de marcar o segundo, mas chutou para fora. Fim de papo na primeira etapa.

Resumo do primeiro tempo: o Flamengo dominou o confronto, administrou a posse de bola e se aproveitou da velocidade de Bruno Henrique, o melhor em campo. Destaque também para as atuações de João Gomes, Gerson e Arrascaeta, que organizaram a meiuca e deram ritmo à partida. Everton Ribeiro, por sua vez, destoou dos companheiros e não “entrou em campo”.

Para a segunda etapa, o Flamengo voltou sem alterações e viu o Bahia oferecer perigo logo no primeiro minuto. Em jogada perigosa, Gilberto foi desarmado por Isla, que salvou o Mengo. Todavia, o lance do lateral-direito não foi suficiente para impedir um gol do adversário, que diminuiu a vantagem rubro-negra na jogada seguinte. O colombiano Ramírez recebeu dentro da área, tirou de Natan e tocou por baixo de Diego Alves. Mengo 2×1 Bahia.

Após o primeiro gol do  adversário, uma grande confusão entre Gerson, Ramirez e Mano Menezes, a partida ficou paralisada por alguns minutos. Depois do incidente, Gilberto chutou de fora da área e acertou um foguete no cantinho de Diego Alves, deixando tudo igual no placar. Mengo 2×2 Bahia.

Na jogada seguinte, outro gol do Bahia. Após cobrança de escanteio, Gilberto subiu e voltou a balançar as redes Diego Alves, virando o duelo. Mengo 2×3 Bahia.

Aos 18 minutos, Arrascaeta encontrou uma linda bola para João Gomes, que acertou um chutaço na trave adversária. A bola voltou para Bruno Henrique, que não conseguiu marcar.

O segundo tempo foi de um Flamengo de cabeça quente, que via o Bahia assumir o controle do jogo. No entanto, para seguir vivo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, o Mais Querido precisava se recompor e buscar a virada, porque apenas uma vitória interessava ao time rubro-negro.

Aos 26, primeira alteração: Rogério Ceni tirou Arrascaeta para a entrada de Pedro. Vale ressaltar que o uruguaio era um dos melhores em campo e não gostou de ser substituído.

Em busca da virada,  Flamengo encontrou um escanteio e, com ele, o empate. Filipe Luís cruzou bonito, na cabeça de Pedro, e o artilheiro reverência deixou tudo igual no marcador. Mengo 3×3 Bahia.

Substituição tripla no Rubro-Negro. Rogério Ceni tirou Isla, Everton Ribeiro e João Gomes para as entradas de Vitinho, Diego e Matheuzinho.

Com tudo igual no marcador, as duas equipes continuaram a buscar o jogo para desempatar o confronto. Na raça, o Mengo achou um verdadeiro GOLAÇO no último minuto. Pedro conseguiu um lindo passe de letra e deixou Vitinho pronto para marcar. Mengo 4×3. Sem novas surpresas, fim de papo no Maracanã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui