Flamengo emite nota e condena racismo sofrido por Gerson: “Desumaniza, fere e mata”

Em jogo polêmico e com viradas, o Flamengo venceu o Bahia por 4 a 3, no Maracanã, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, o que ficou marcado foi a declaração de Gerson após o apito final. O camisa 8 do Mais Querido foi vítima de racismo e desabafou na frente das câmeras. Nas redes sociais, o clube emitiu nota condenando as injúrias:

“O Clube de Regatas do Flamengo repudia veementemente o episódio lamentável ocorrido na partida deste domingo com o atleta Gerson, que foi vítima de injúria racial.

O racismo desumaniza, fere e mata. O racismo é inadmissível.

Exigimos profunda apuração do fato”.

Vale lembrar que, no Brasil, racismo é crime previsto na LEI Nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, que prevê punição para casos resultantes de discriminação ou preconceiro de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, com pena que projeta reclusão de dois a cinco anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui