Flamengo estuda investida por ex-atacante do Vasco

O atacante está em alta na Europa e pode retornar ao Brasil para ter mais tempo de jogo

A torcida do Flamengo já pensa em possíveis reforços da próxima temporada. O fracasso em algumas negociações de 2020 causaram irritação em grande parte da Nação, que exige um melhor aprofundamento e estudo em certos jogadores. VitinhoMichaelLéo Pereira e Gustavo Henrique foram alguns dos atletas que não conseguiram se firmar no Rubro-Negro. Por isso, alguns destaques do Brasileirão são cogitados no Ninho, como Vina, do Ceará.

O primeiro grande presente da diretoria foi Pedro, que teve seus direitos comprados junto aos representantes da Fiorentina. Jogadores em término de contrato ligaram um alerta na torcida, que já cobram Marcos Braz e Bruno Spindel por novas movimentações no mercado. Paulinho, ex-Vasco, se tornou um dos objetivos do Mengão, que estuda uma investida pela contratação do atacante. A fase do jovem no Bayer Leverkusen pode facilitar a tratativa.

A informação foi publicada em primeira mão pelo jornalista Mauro Sant Anna. O atacante sofreu uma grave lesão (em junho) e não jogará mais na temporada. O clube alemão divulgou que o jogador rompeu o ligamento cruzado do joelho direito. Seu retorno está previsto para janeiro. A promessa brasileira não é titular do Bayer, mas sempre entra ao decorrer dos jogos. O Flamengo monitora sua situação e pode repetir uma estratégia já conhecida.

A situação do jogador lembra o período que Gabigol e Thiago Maia passaram na Europa, onde não tiveram muito espaço. Paulinho é convocado com frequência pela Seleção Olímpica e pode ter mais tempo de jogo caso retorne ao futebol brasileiro. O jovem está em sua segunda temporada no Bayer Leverkusen, onde chegou aos 18 anos, em 2018. Em 2019/20, ele atuou em 19 partidas, sendo titular em apenas duas delas, e marcou três gols. 

Considerado uma das maiores joias do Vasco nos últimos anos, Paulinho fez apenas 17 jogos – e marcou quatro gols – pelo time profissional antes de ir à Europa. Ele foi vendido por 20 milhões de euros (R$ 89,5 milhões na época) para o Bayer no meio de 2018. “Eu tenho contrato com o clube e estou me preparando bastante para dar o meu melhor e ter oportunidades na seleção olímpica”, disse o atacante em entrevista à ESPN, no final de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui