Natan ou Gustavo Henrique, o dilema de Rogério Ceni na defesa do Flamengo

Quando Rodrigo Caio retornou à zaga do Flamengo após se recuperar de lesão muscular, Rogério Ceni optou por Gustavo Henrique como seu companheiro. O ex-santista, entretanto, falhou algumas vezes em momentos decisivos e não conta com a preferência da torcida.

Na última partida, com o titular suspenso, Ceni escalou o jovem Natan contra o Santos, no Maracanã. O desempenho da cria da base agradou e agora o treinador tem um problema nas mãos. Os dois zagueiros contratados no início do ano, Léo Pereira e Gustavo Henrique, claramente não convenceram ao longo de 2020 e Natan é o preferido da imensa maioria dos torcedores.

O jovem de 19 anos ganhou destaque durante o período em que a equipe sofreu um surto de covid-19. Titular em diversas partidas, ele fez os Rubro-Negros esquecerem da dupla de reforços. Contudo, quando Ceni assumiu o time, tentou resgatar a confiança das “torres gêmeas”, e Natan voltou para a reserva. O jovem chegou até a disputar uma partida com a equipe sub-20.

Diante do Peixe, mesmo com Léo Pereira disponível, o técnico resolveu deixá-lo no banco e deu uma chance a Natan. Mas para a partida do próximo domingo contra o Bahia, no Maracanã, os três estarão disponíveis para a segunda vaga na zaga.

Durante a semana, Gustavo Henrique foi visto treinando entre os titulares, o que já provocou reações da torcida nas redes sociais. A presença de GH nos onze iniciais, entretanto, não foi confirmada.

O provável é que a confirmação da escalação só seja divulgada momentos antes da partida. Se mantiver Natan, Ceni repetirá a escalação do time pela primeira vez desde que chegou ao Flamengo. A preparação para a partida será finalizada neste sábado no Ninho do Urubu, e a bola rola às 18h15, no horário de Brasília, no domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui