Gabigol justifica mudança de nome na camisa: “Aqui no clube, as pessoas me chamam de Gabi”

Concentrado no Campeonato Brasileiro, única competição que lhe restou na temporada, no último domingo (13), o Flamengo goleou o Santos por 4 a 1, no Maracanã, e se manteve firme na briga pela taça. Autor de dois gols na partida, Gabigol concedeu entrevista à FlaTV na última quinta-feira (17). Dentre os assuntos comentados, o artilheiro explicou a mudança do nome estampado na camisa e garantiu que seu apelido continua o mesmo.

– Estão falando muita coisa sobre isso, então vou aproveitar para falar. Eu não mudei meu nome, está tudo normal, podem me chamar como quiser. Aqui dentro do clube e as pessoas mais íntimas me chamam de Gabi e, por isso, eu quis colocar na camisa, mas não tem nada demais.

Às vésperas da partida diante do Santos, Gabigol surpreendeu a todos e anunciou nas redes sociais a mudança no nome estampado na camisa 9. Dessa forma, já no jogo contra a equipe paulista, o “Gabriel. B” deu lugar a “Gabi” em seu uniforme.

Apesar do período de desfalque, devido a lesão no tornozelo, Gabigol já voltou com tudo e igualou Pedro na artilharia do Flamengo no ano de 2020. Com os dois gols sobre o Santos, o camisa 9 chegou ao seu sétimo tento no Brasileirão. O camisa 21, por sua vez, com 10 gols, é o goleador máximo do Rubro-Negro na competição

Com os dois artilheiros à disposição, o Flamengo entra em campo no próximo domingo (20), às 18h15, para enfrentar o Bahia, no Maracanã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui