Após caso de racismo, Hugo Souza se manifesta em apoio a atleta de 11 anos

Em pleno século 21, o racismo ainda impera na sociedade mundial. No Brasil não é diferente. Em um jogo da categoria sub-12, Luiz Eduardo, de 11 anos, relatou ter sofrido com o preconceito de um adversário. Hugo Souza, do Flamengo, saiu em defesa do jovem atleta do Uberlândia Academy.

O Uberlândia enfrentava o Set Esportes, pela Caldas Cup. Luiz Eduardo ouviu, algumas vezes, o adversário sendo preconceituoso. O garoto atuou por todo o jogo e, após a partida, caiu em lágrimas. Hugo Souza utilizou o perfil pessoal na rede social do Twitter e mandou uma mensagem de apoio a Luiz.

Se para nós, que somos adultos, já é algo inadmissível, agora uma criança, que assim como nós, tem sonhos, que está começando a trilhar os passos no futebol, é mais que absurdo. Luizinho, você é gigante, moleque. Muito maior que do que isso, estou junto contigo, moleque. Vai atrás do teu sonho!!“, publicou o goleiro.

Vale lembrar o fato de Hugo Souza, quando ainda atuava pelo sub-20 do Flamengo, também ter sofrido racismo em um jogo contra o Vasco da Gama. O goleiro do Rubro-Negro, na época, demonstrou insatisfação com o caso e combateu o preconceito de forma veemente.

Com 21 anos, Hugo Souza tem ganhado cada vez mais espaço no Flamengo. O goleiro pulou a fila, ultrapassou os concorrente César e Gabriel Batista, e se tornou reserva imediato de Diego Alves. Nesta temporada, o Garoto do Ninho já atuou em 15 jogos. Diante do Bahia, no domingo (20), pela 26ª rodada do Brasileirão, Hugo ficará no banco de reservas. A partida será disputada no Maracanã, às 18h15 (horário de Brasília).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui