Fla pede redução salarial para prorrogar empréstimo de Pedro Rocha e Spartak anuncia futuro do atacante

Jogador não caiu nas graças da Nação e foi pouco utilizado pelos treinadores que passaram pela Gávea em 2020

O planejamento do Flamengo será refeito a partir do momento em que a equipe carioca foi eliminada precocemente em duas das três competições mais importantes da temporada. Com este ano atípico, sem a presença da Nação no Maracanã por conta da pandemia do novo Coronavírus, as contas precisarão ser calculadas novamente.

Um dos jogadores que não deve ficar em 2021 é o atacante Pedro Rocha. Contratado para ser uma opção pelos lados do campo, o atleta não correspondeu ao investimento feito pelo Flamengo, que contratou o jogador por empréstimo após uma boa temporada se destacando vestindo a camisa do Cruzeiro.

O Rubro-Negro até poderia permanecer com o jogador por mais algum tempo, como até o fim da temporada de 2021 por exemplo, mas para isso, o Spartak de Moscou-RUS, dono dos seus direitos econômicos, teria que ceder e aceitar uma redução salarial do atacante no Rio de Janeiro, o que está fora de cogitação.

Segundo a informação do portal Globoesporte.com, Pedro Rocha precisa estar no dia 12 de janeiro na Rússia para discutir o futuro com o Spartak. Após dois empréstimos consecutivos no futebol brasileiro, a equipe europeia pretende lucrar com o jogador que custou caro após ser contratado junto ao Grêmio.

Chegando junto a outros atacantes como Pedro e Michael no elenco do Flamengo, Pedro Rocha jogou apenas 11 partidas, ficou em campo 252 minutos e marcou um gol com a camisa do Mais Querido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui