Para manter Gerson, Gabigol e Arrascaeta, Fla ‘topa’ negociar xodó da torcida a partir de R$ 216 milhões

Os dirigentes do Mais Querido conversam diariamente sobre o planejamento de 2021 e venda de jogadores se tornou muito importante para o orçamento

Após eliminações recentes, o Flamengo passou a jogar apenas uma vez por semana. Com dias livres de treinamento e descanso, Rogério Ceni tem priorizado corrigir os erros do sistema defensivo. Mesmo sofrendo um gol diante do Santos, a equipe visivelmente teve uma evolução no setor e isso foi comemorado internamente.

Enquanto o comandante trabalha diariamente para fazer sucesso no Mais Querido do Brasil, a diretoria flamenguista já pensa em 2021 e o orçamento aprovado no clube prevê cerca de R$ 168 milhões em vendas de jogadores; bem diferente do que foi essa temporada, quando o Fla estimou R$ 80 milhões, como bem lembrou a jornalista Raisa Simplício.

Como vem sendo praxe nos últimos anos, o Rubro-Negro pode negociar um garoto criado no Ninho do Urubu para encher novamente os cofres, algo muito semelhante feito com Lucas Paquetá, Vinicius Júnior e Reinier Jesus. A joia mais valoriza neste momento é o meia-atacante Lázaro, de apenas 18 anos, que teve algumas chances no profissional recentemente.

Lázaro é mais uma joia criada no Ninho do Urubu — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Paris Saint-Germain já buscou informações sobre a promessa nesta temporada. Real MadridJuventus Milan também monitoram o desempenho do atleta. A multa rescisória do jogador gira em torno de 80 milhões de euros (cerca de R$ 495 milhões na cotação atual). A expectativa flamenguista é de receber uma oferta no primeiro semestre da próxima temporada.

Baixe o Aplicativo e receba as notícias em tempo real e participe de sorteios mensais.

O contrato de Lázaro com o Flamengo é válido até dezembro de 2025. Mesmo sem confirmar oficialmente, os dirigentes rubro-negros aceitariam conversar sobre uma venda a partir de 35 a 40 milhões de euros (R$ 216 milhões e 247 milhões). Para manter Gabigol, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gerson, o Mengão deve optar por fazer negócios com alguns garotos e liberar atletas que não estão nos planos.