Jadson não agrada, e Flamengo encaminha retorno do lateral-direito ao Santa Cruz depois de três meses da contratação

Jogador chegou por empréstimo até janeiro de 2022, com opção de compra em contrato, mas não agradou à diretoria, e clubes trocam documentos para oficializar a volta do jovem de 18 anos ao Tricolor

O departamento de futebol das categorias de base do Flamengo costuma mapear mercado e fazer contratações de jovens promessas que possam se tornar craques no futuro. Um deles foi o lateral-direito Jadson, que chegou ao Ninho do Urubu em setembro para o Sub-20, por empréstimo até janeiro de 2022, após se destacar na Copa São Paulo pelo Santa Cruz. O jogador, entretanto, não agradou e será devolvido à equipe pernambucana depois de três meses do seu desembarque no Rio de Janeiro.

A diretoria do Flamengo tomou essa decisão após uma série de problemas que Jadson ocasionou dentro e fora de campo. Em algumas atividades, o jovem chegou atrasado, o que, obviamente, não agradou à cúpula rubro-negra. Já dentro de campo, o atleta, que chegou para reforçar a lateral direita, queria atuar mais avançado, demonstrando insatisfação quando era escalado na posição que não desejava.

O departamento jurídico do Flamengo e do Santa Cruz estão trocando a documentação para oficializar o retorno de Jadson ao Tricolor. Durante esse período, representantes do lateral sondaram outros clubes cariocas para saber se tinha possibilidade de o Cruzmaltino contratar o jovem, que gostaria de continuar no Rio de Janeiro, mas sem sucesso.

Pelo Flamengo, Jadson disputou duas partidas (ambas pelo Brasileiro Sub-20), uma como titular, diante do Internacional, em sua estreia com a camisa rubro-negra, no dia 24 de setembro, ficando apenas 39 minutos em campo. A outra partida foi diante do América-MG, no dia 27 do mesmo mês, quando entrou no segundo tempo e ficou 26 minutos em campo.

Na ocasião, Flamengo e Santa Cruz fecharam a negociação da seguinte forma: o Cobra Coral permanecia com 90% dos direitos econômicos do atleta, que detém os outros 10%. Durante o período do empréstimo ao time carioca, que iria até janeiro de 2022, tinha a possibilidade do Rubro-negro adquirir parte do percentual do Tricolor, dentro de um limite de até 60% e por preço estipulado em contrato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui