“Muita dor de cabeça quando jogava contra”: Ceni destaca potencial e trabalho especial com Gabigol

O Flamengo entrou em campo na tarde do último domingo (13) e, com amplo domínio, venceu o Santos por 4 a 1, na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um dos grandes destaques do triunfo foi o atacante Gabigol, que balançou as redes por duas vezes. Após o jogo, o técnico Rogério Ceni fez questão de valorizar o camisa 9, relembrando os ‘problemas’ que já teve quando ainda atuava como goleiro do São Paulo.

– Gosto muito do Gabi. Deu muita dor de cabeça para mim quando jogava contra. Então, só por tê-lo ao lado, já me deixa mais tranquilo. Separamos ele para fazer uma semana a mais de parte física e foi importante -, contou Ceni na coletiva concedida ainda no Maracanã.

O trabalho físico citado por Ceni faz parte de uma nova metodologia da comissão técnica do Flamengo, em trabalho conjunto com o CEP (centro de excelência em performance). Após a onda de lesões e problemas apresentados pelo elenco, o clube decidiu focar nos trabalhos de recuperação e preparação com alguns jogadores, e Gabigol foi um dos escolhidos.

Com o artilheiro 100%, o plantel rubro-negro se reapresenta nesta terça-feira (15), quando inicia os treinos para o próximo compromisso pelo Campeonato Brasileiro. O duelo da vez será às 18h15 do domingo (20), no Maracanã, contra o Bahia. Atualmente, o Fla ocupa a terceira posição da competição, com 45 pontos, cinco a menos que o São Paulo, atual líder, e um atrás do Atlético-MG. Vale destacar, porém, que o Flamengo tem 24 jogos disputados, enquanto os dois rivais já atingiriam a marca de 25. SIGA O FLAMENGO INFO NO GOOGLE NEWS. Acesse!