Marcos Braz nega que tenha xingado árbitro de Flamengo x Santos: ‘Me confundiram’

Vice de futebol teve seu nome incluído na súmula da partida

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, negou que tenha xingado Paulo Roberto Alves Junior, árbitro da partida entre Flamengo e Santos, no último domingo, no Maracanã. O dirigente afirmou ter sido confundido pelo juiz.

Paulo Roberto Alves Junior relatou na súmula que foi alvo de xingamentos por parte de dirigentes do Flamengo que assistiam ao jogo da arquibancada. Entre os citados, estão Braz, Rodolfo Landim e Cacau Cotta.

“Aos 35′ minutos do 1º tempo, a equipe de arbitragem ouviu insultos vindos da arquibancada, na área onde se encontravam os seguintes dirigentes da equipe do C.R. Flamengo: Sr. Rodolfo Landim, Sr. Marcos Braz e Sr. Cacau Cotta, havia outros dirigentes, os quais não foi possível identificar. Foram proferidas as seguintes palavras: ‘Tá de sacanagem’, ‘Foi falta, seu arrombado’, ‘Apita essa p… direito, filho da p..’.”, escreveu o árbitro.