Botafogo pode ter dívida com Willian Arão, do Flamengo, penhorada por Oswaldo de Oliveira

O Botafogo pode perder boa parte da dívida envolvendo o atleta Willian Arão, do Flamengo. Isto porque Oswaldo de Oliveira, ex-treinador do Alvinegro, entrou com uma ação na Justiça como terceiro interessado no caso e pode penhorar parte do valor a ser recebido pelo Alvinegro. A informação foi dada pelo “Canal do TF” e confirmada pelo LANCE!.

Pela indenização envolvendo a saída de Willian Arão do Botafogo e a ida para o Flamengo em 2016, o Alvinegro entrou com um processo à época cobrando R$ 4 milhões do jogador. Com os juros e correção monetária desde então, a quantia que o meio-campista deve ao clube se encontra, atualmente, em praticamente R$ 7 milhões.

Oswaldo de Oliveira, contudo, entrou como terceiro interessado no caso e está movendo um processo cobrando mais de R$ 6 milhões para com o Botafogo, o que representa mais de 85% do valor a ser recebido pela dívida com Willian Arão.

O treinador, que trabalhou no Glorioso entre 2011 e 2013, cobra salários atrasados e direitos trabalhistas que não foram cumpridos pelo clube. Cabe defesa por parte do departamento jurídico do Alvinegro.