Dispensado do Flamengo, Pedro Rocha recebe propostas

O atacante já vem sendo procurado por times do Brasil. Os nomes, no entanto, ainda são mantidos em sigilo.

Primeiro reforço confirmado no Flamengo para a temporada 2020, Pedro Rocha está cada dia mais perto de dar adeus ao Rubro-Negro. Conforme informou Mauro Cezar Pereira, jornalista da ESPN Brasil, ainda no início de dezembro, a ideia do clube segue sendo não renovar com o atacante, que não conseguiu garantir espaço no elenco por conta de lesões ao longo da temporada.

Cedido pelo Spartak Moscou ao clube brasileiro até o fim de dezembro, o jogador tem despertado o interesse de outras equipes. Segundo a apuração do ESPN.com.br com fontes ligadas ao atleta, o staff de Pedro Rocha ainda não foi comunicado oficialmente sobre a decisão do clube da Gávea sobre o jogador. Ainda assim, o atleta já vem sendo procurado por times do Brasil. Os nomes, no entanto, ainda são mantidos em sigilo.

Desfalque no Flamengo por conta de lesão no músculo posterior da coxa esquerda, o jogador ainda não completou as sete partidas necessárias para que seja vetada sua utilização por outro time nacional no Campeonato Brasileiro. Para que o jogador siga no país, no entanto, os interessados precisarão negociar com o Spartak Moscou, que tem contrato com o jogador até 2023.

Impactado financeiramente pela crise gerada pela pandemia da COVID-19 em 2020, o Flamengo precisou refazer seu planejamento no futebol após duas eliminações: na Copa do Brasil e na Conmebol Libertadores. Em entrevista coletiva em junho, Marcos Braz chegou a admitir que a ideia era estender o empréstimo de Pedro Rocha.

“A gente ainda vai tomar esse posicionamento logo depois que começar o Campeonato Brasileiro. Não adianta começar uma tratativa para os jogadores ficarem mais um tempo aqui, se a gente não sabe como será a necessidade. Vai precisar de dezembro todo? Janeiro todo? Um pouco de fevereiro? A gente se sente mais confortável de conversar de uma vez só, após a reestruturação do calendário. Essa é a orientação que a gente vem adotando aqui, para que não tenha que fazer outra negociação no meio do caminho”, disse Braz ainda no mês de junho.

De acordo com apuração do ESPN.com.br em setembro, a diretoria do Rubro-Negro conversava com o Spartak Moscou para tentar ampliar este prazo. A negociação, no entanto, vivia um entrave: o período final do novo vínculo. O jogador está cedido pelo clube russo aos cariocas até dezembro deste ano, quando o Campeonato Brasileiro ainda estará em curso.

O desejo carioca era estender o período de cessão até o final do Brasileirão, que será em 24 de fevereiro de 2021 devido à paralisação no calendário do futebol nacional por conta da pandemia de COVID-19. Esta data, no entanto, não agradava aos europeus.

A razão: com um eventual retorno de Pedro Rocha à Europa em março de 2021, o Spartak já não poderia inscrever o atacante no elenco devido à janela de transferências fechada. Os clubes conversavam para encontrar um ‘denominador comum’ no novo prazo de empréstimo.

Segundo apuração do ESPN.com.br, os russos aceitaram nos últimos dias que Pedro Rocha seguisse no Rio de Janeiro até o meio de 2021. O novo cenário financeiro, no entanto, fez com que o Rubro-Negro recuasse na negociação. O atual acordo prevê um valor fixado em 8 milhões de euros caso o Rubro-Negro optasse pela compra de direitos econômicos do atleta após o período de empréstimo.

Aos 26 anos, Pedro Rocha disputou dez jogos e marcou um gol pelo Flamengo nesta temporada. O atacante conquistou a Taça Guanabara, o Campeonato Carioca, e Recopa Sul-Americana e a Supercopa do Brasil com a camisa do clube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui