Jorge Jesus responde se seria indicado a prêmio da Fifa se tivesse ficado no Flamengo: ‘Era mais fácil’

Hoje no Benfica, o Mister respondeu que "sem dúvida nenhuma", Jurgen Klopp, do Liverpool, deve ser eleito o melhor treinador do mundo

Os finalistas ao prêmio “The Best”, da Fifa, foram os técnicos Jurgen Klopp, do Liverpool (ING), Hansi Flick, do Bayern de Munique (ALE), e Marcelo Bielsa, do Leeds United (ING). Questionado se, caso ficasse no Flamengo – clube o qual deixou para acertar com o Benfica (POR), em julho de 2019 -, teria sido lembrado na eleição, o Mister Jorge Jesus respondeu que “seria mais fácil”.

– Se tivesse continuado neste momento… Era mais fácil. Apesar de no Brasil não ter terminado este ano nenhuma competição importante. Não dá para garantir. Esses prêmios dos treinadores são em função dos títulos que ganha internacionalmente. No Brasil, nem a Libertadores, nem a Sul-Americana foram decididas, penso que não é por aí que estaria incluído – afirmou neste sábado.

Sobre os finalistas, o ex-treinador do Flamengo foi direto ao apontar o alemão Jurgen Klopp como o vencedor da disputa. “Sem dúvida nenhuma”, afirmou.

– Naqueles que vão ser escolhidos, na minha opinião, só tem um que pode ser escolhido. Adianto que deve ser escolhido o Klopp, sem dúvida nenhuma.

A partir do segundo semestre de 2019 até o encerramento da temporada europeia – a qual foi estendida por conta da pandemia do coronavírus -, Jorge Jesus conquistou, com o Flamengo, o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores. Antes de acertar com o Benfica, o Mister ainda dirigiu o time nas conquistas do Carioca, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui