Zinho avalia impasses na renovação de Diego Alves e diz o que faria no lugar do goleiro

Ex-jogador do Flamengo, Zinho, avalia impasses na negociação pela renovação de Diego Alves e diz que “falta sensibilidade de todos os lados”

A polêmica em torno dos impasses pela não renovação de Diego Alves com o Flamengo tem gerado opiniões adversas por todos os lados, tanto por parte da torcida rubro-negra quanto pela mídia esportiva, que se dividem entre concordar ou não com a recusa do goleiro nº 1 à proposta feita pela diretoria do clube. Nesta sexta-feira, 11, o ex-jogador do Flamengo e atualmente comentarista pelo Fox Sports e pela ESPN Brasil, Zinho, deu o seu parecer sobre a situação, o que definiu como “falta de sensibilidade de todos os lados”.

Ao fazer a sua análise sobre a polêmica em torno das negociações pela renovação de Diego Alves, Zinho avaliou o conflito de poderes que acontece dentro da diretoria do Flamengo, a relutância do goleiro e da diretoria para chegar a um consenso sobre valores e a falta de maturidade de Hugo Souza para assumir o gol do Mais Querido.

“Sempre aconteceu esse conflito entre o BAP e o Marcos Braz, pela disputa de poder, isso é nítido. O BAP é um cara muito polêmico e tem as suas opiniões fortes e o comando dele é dessa forma e ele tem um poder de influência muito forte, ele é o vice-presidente de relações externas. Essa parte aí (negociação do Diego Alves) tem que ficar com o Marcos Braz, que é o vice-presidente de futebol, e o diretor executivo, Bruno Spindel, que foram eles que trataram da renovação. Isso é claro que passou pelo conselho” disse.

Zinho também deu seu ponto de vista sobre o peso que as atuações de Hugo tiveram para influenciar na postura da diretoria em relação ao camisa 1. “E no momento aparece o Neneca, faz boas atuações, é uma boa revelação, e a opinião pública influencia, os torcedores e a mídias sociais já exaltam o garoto dizendo que não precisa mais (Diego Alves). A gente sabe que isso muitas vezes faz pressão nos dirigentes, muitos cedem por isso e eu acho que falta um pouco de sensibilidade de todos os lados”, avaliou.

No entanto, o ex-jogador do Flamengo disse que apesar de todos os impasses, no lugar de Diego Alves, ele ainda assim renovaria com o clube: “Então, falta sim o Diego reduzir e o Flamengo aumentar um pouco. Eu acho importante a renovação do Diego pelo menos por mais uma temporada, e aí, vai o conflito, porque o Diego quer dois anos e o Flamengo quer um ano. Eu renovaria por um ano pelo mesmo salário”.

Para Zinho, a renovação de Diego Alves é importante para o rubro-negro não só esportivamente, como também para engrenar na maturidade de Hugo Souza, que é promessa do clube, mas que, na avaliação de Zinho, ainda não está pronto para assumir tamanha responsabilidade no atual momento.

“Eu não acho que o garoto já está pronto. Uma coisa é ele entrar sabendo que tem o cara experiente que vai a qualquer momento estar bem para retornar, para estar com ele, um joga um jogo, o outro joga o outro jogo e vai lapindo, vai maturando… Agora, se o Diego Alves não renova, chega no dia 31 acaba e vai embora, e o Hugo Neneca já é o goleiro, eu acho que é uma carga de pressão e de responsabilidade. O garoto é ótimo, maravilhoso, pode se tornar um goleiro de seleção, mas, na minha opinião, ainda não está totalmente lapidado para assumir isso. Ele pode até virar titular, mas com o Diego ali, que tem conversado com ele e passado coisas positivas para o garoto”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui