Thuler e Natan são punidos por expulsão na Libertadores, e Fla recebe multa de quase R$ 65 mil da Conmebol

No jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, o Flamengo enfrentou o Racing e o confronto terminou empatado por 1 a 1. Em um duelo com algumas polêmicas de arbitragem, o Rubro-Negro teve dois jogadores expulsos: Matheus Thuler e Natan. Este último estava no banco de reservas e recebeu o cartão vermelho após reclamação de uma decisão do árbitro. Após isso, nesta terça (08), a Conmebol estabeleceu a punição aos dois atletas e o Mais Querido também foi condenado.

Após o julgamento da Conmebol, Thuler e Natan receberam punição de dois jogos, incluindo a suspensão automática e, com isso, os zagueiros não estarão à disposição para uma possível estreia da Libertadores em 2021. O Flamengo recebeu uma multa de US$1.050 por cada ato de indisciplina. Além disso, Rogério Ceni foi advertido e o clube recebeu outra multa de US$10.500,00, por retardar o reinício da partida no segundo tempo. Com isso, o confronto na Argentina custou US$ 12.600, cerca de R$ 65 mil na cotação atual. A informação foi inicialmente divulgada pelo Renan Moura. 

Vale ressaltar que Thuler e Natan desfalcaram o Flamengo no jogo de volta que aconteceu no Maracanã. O Rubro-Negro acabou sendo eliminado nos pênaltis por 5 a 3 para o Racing e deu adeus ao sonho de conquistar a Libertadores novamente. Neste segundo duelo, Rodrigo Caio foi expulso, ou seja, para a possível estreia na ‘maior competição da América’ em 2021, o camisa 3 também será desfalque.

Após a eliminação, o Flamengo foca todas as forças no Campeonato Brasileiro e busca uma vaga na próxima temporada da Libertadores. O próximo compromisso do Mais Querido é contra o Santos, no próximo domingo (13), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã, pela 25ª rodada da competição. Atualmente, o Rubro-Negro é o terceiro colocado com 42 pontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui