Landim corta gastos no futebol do Fla e meia é autorizado a buscar novo clube

Flamengo  tem mais uma semana livre de treinamentos visando confronto contra o Santos. A tendência, se tudo ocorrer como previsto, é que Rogério Ceni tenha pela primeira vez todos os jogadores disponíveis, exceto por Thiago Maia, que passou por uma cirurgia e só retorna em 2021. Gabigol teve uma boa recuperação e já treina com bola.

Bruno Henrique também foi reavaliado e não apresentou nenhum tipo de desconforto no joelho. Pedro já vem atuando para retomar a forma física ideal e voltar a ser aquele goleador. Assim, a semana para Ceni será muito produtiva e dúvida no time passa a ser quem será o substituto de Gustavo Henrique, suspenso. Natan e Léo Pereira ‘brigam’ por uma vaga.

Internamente, a diretoria flamenguista também se mexe já pensando na formação do elenco para a próxima temporada. Piris da Motta está insatisfeito no Gençlerbirliği devido aos atrasos salariais e quer deixar o clube turco. O Fla, por sua vez, já autorizou os representantes do atleta a definir o futuro do paraguaio, mesmo que seja em outro time do exterior.

Neste momento, o Flamengo não se empolga com a possível volta do jogador e entende ser melhor para sua carreira ter sequência com outra camisa. Um retorno só será debatido de forma concreta se Piris não conseguir encontrar um novo destino na carreira, caso realmente saia do futebol turco. A única exigência dos dirigentes flamenguistas é que os salários sejam pagos pelos interessados de forma integral.

O Rubro-Negro pretende cortar gastos em 2021 e o futebol terá um ‘corte’. O presidente Rodolfo Landim já autorizou a readequação no orçamento para não ter problemas no futuro. Mesmo com as eliminações, não existe nenhum tipo de apreensão nas finanças do Mais Querido, mas sim um aperto nos cintos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui