Jornalista sugere que Flamengo se beneficia com regulamento e clima esquenta no Seleção Sportv; Roger e Cleber Machado ficaram contrariados

Cereto enxerga favorecimento na tabela da competição, o que causou toda discussão polêmica

O clima esquentou no programa Seleção SporTV, nesta terça-feira(9). Os comentaristas Carlos Cereto, Roger Flores e Cléber Machado levantaram polêmica que envolve o Flamengo e arbitragem. O desentendimento começou quando Cereto sugeriu que o Rubro-Negro está sendo beneficiado pela tabela do Brasileirão.

Para o jornalista, o fato de que quatro dos próximos cinco jogos do Mengo na competição acontecerão em casa, levanta suspeitas. A sequência de jogo do time no Rio de Janeiro é Santos e Bahia, em seguida, vai ao Nordeste enfrentar o Fortaleza, para depois, fazer o clássico contra o Fluminense e em seguida, receber o Ceará.

Cereto disparou: “Quem fez essa tabela? Tudo bem que não tem torcida e o gramado do Maracanã está ruim, mas tem vantagem de não viajar, de jogar em casa. Mas, do ponto de vista técnico, você não pode fazer uma tabela em que o Flamengo joga 4 de 5 jogos em casa. Tudo bem que tem jogo adiado, mas é bagunça. E essa bagunça está criando um desequilíbrio técnico”. 

A fala revoltou Roger Flores e Cléber Machado, que partiram para o contra-ataque com argumentos para demover, sem sucesso, a tese de Cereto: 

“Está reclamando da tabela agora, Cereto?”, disse Roger. Cleber Machado aproveitou a deixa e seguiu o companheiro: “No primeiro turno você não reclamou, não, né Cereto? Roger conclui a tabelinha para neutralizar Cereto: “Exatamente! No primeiro turno teve a mesma sequência, mas com mais jogo fora de casa”, concordou com o narrador, o ex-jogador. 

Cereto deu a devolutiva, confirmando seu posicionamento:
“Estava errado também! Provavelmente eu falei. Mas no Campeonato Carioca, o Flamengo jogou todas no Maracanã! Todas! E agora, no Brasileiro, de cinco jogos, tem quatro no Maracanã. Tabela estranha essa”. 


A argumentação de Cléber e Roger seguiu a linha de que o regulamento é igual para todos, pois os clubes jogarão as mesmas partidas fora e em casa: 


“Cereto, de 38 jogos, quantos o Flamengo vai fazer em casa? 19. Não tem diferença. Sempre acontece essas sequências de dois jogos fora, depois dois em casa. Falar de tabela… Tabela é igual para todo mundo. É a única coisa igual para todo mundo”, disse Roger.

Cléber Machado pontua com:  “Tabela e erro de arbitragem”, 
Após o climão, André Rizek, o âncora da bancada, deu sequência   ao programa. SIGA O FLAINFO NO GOOGLE NEWS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui