Craque do Flamengo sente dores na panturrilha e DM do clube liga sinal de alerta para jogo contra o Santos

O departamento médico do Mais Querido do Brasil não é mais bem visto pela torcida flamenguista, que questiona as contusões dos jogadores

A torcida do Flamengo já entende que o time atual não joga um futebol tão vistoso como na temporada passada, a pandemia diminuiu a diferença e a qualidade técnica, pelo menos neste momento, não está sendo mais tão predominante. Com isso, o Mengão tenta se encontrar desde a saída de Jorge Jesus e Rogério Ceni chegou cercado de grande expectativa.

O técnico ainda não conseguiu introduzir seus conceitos de jogo e precisa de tempo. Agora, como a equipe joga apenas o Campeonato Brasileiro, o treinador terá tempo para buscar melhoria e corrigir os erros. O grande problema do Mengo neste momento é a parte física dos jogadores, ligados as contusões que demoram algum tempo para a recuperação.

DM do Fla é alvo de crítica da torcida — Foto: Getty Images

Se Bruno Henrique se apresentou sem dores, Diego Ribas sente novos incômodos leves em uma das panturrilhas, não foi a campo na última segunda-feira (07) e nem pode ir novamente hoje, como informou o jornalista Venê Casagrande. O camisa 10 tem tido um trabalho oficial com os médicos rubro-negros, que têm uma certa preocupação para não agravar mais a situação e o medalhão acabar se machucando.

Apesar de não ser imprescindível para o Flamengo, o craque é tido com um líder dentro e fora de campo. Junto com Arão, Diego é o jogador com mais tempo de casa e sempre foi um exemplo a ser seguido dentro do próprio clube. Não é coincidência que o atleta não tenha entrado em campo contra o Botafogo.

Justamente devido para não agravar as dores e resultar em uma lesão, o meio-campista tem tido uma precaução para não se machucar novamente e ficar mais tempo longe dos gramados. A intenção dos médicos do Fla é recuperar o medalhão para o jogo diante do Santos, mas não irá existir nenhum tipo de aceleração no processo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui