Everton Ribeiro decide, Flamengo bate o Botafogo e cola na liderança do Brasileirão

Flamengo e Botafogo entraram em campo na tarde deste sábado (05), em partida válida pela 24ª rodada do Brasileirão. O jogo foi disputado no Nilton Santos, às 17h (horário de Brasília), e o Mengo, pressionado pela Maior Torcida do Mundo, foi em busca de uma vitória para acalmar os ânimos da Nação.

O Flamengo de Rogério Ceni entrou em campo com: Diego Alves, Isla, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro.

O jogo começou com o Botafogo pressionando a saída de bola do Flamengo, e criando uma boa chance logo aos 30 segundos, em lance defendido por Diego Alves.

Na primeira etapa, o Rubro-Negro teve total domínio do jogo e muita posse de bola, mas não conseguia ser agressivo o suficiente para furar a marcação do Alvinegro e balançar as redes de Diego Cavalieri.

Nos 45 minutos iniciais, o Flamengo teve 71% de posse de bola, 292 passes certos, 18 cruzamentos, nove finalizações e cinco escanteios, mas nada suficiente para sair à frente no marcador do clássico.

Sem alterações para o segundo tempo, o Mengo voltou com a mesma postura da primeira etapa: administrando a posse de bola e buscando a vitória.

A estratégia deu certo aos cinco minutos, quando o Flamengo abriu o placar. Pressionando a saída de bola do rival, Gerson se aproveitou de um erro adversário para encontrar Everton Ribeiro, no meio da área. O capitão da partida finalizou com categoria e abriu o marcador no Engenhão: Mengo 1×0.

Apesar de sair em vantagem no clássico, o Flamengo não conseguia criar jogadas com fluidez, e administrava o magro placar contra o fraco time do Botafogo.

Nos minutos finais da partida, Rogério Ceni resolveu fazer as primeiras substituição na equipe e tirou Bruno Henrique e Pedro, para as entradas de Vitinho e Rodrigo Muniz. Aos 41, mais uma substituição do treinador, que tirou Everton Ribeiro e colocou Michael.

No entanto, aos 43, Gustavo Henrique foi expulso. O zagueiro do Flamengo deu um puxão em Lucas Campos para impedir que o atacante entrasse na área e saísse na cara de Diego Alves. A perigosa falta para o Botafogo foi batida por Kalou, mas parou em grande defesa do camisa 1 do Mengo.

Após o lance de expulsão de Gustavo Henrique, Daronco assinalou cinco minutos de acréscimo. Sem mais surpresas, fim de papo no Nilton Santos. Flamengo 1×0 Botafogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui