Medalhão que recebe R$ 580 mil por mês perde ‘moral’ com Braz e saída pode acontecer em caso de propostas vantajosas

Os dirigentes flamenguistas já começaram a se mexer pensando na próxima temporada e algumas alterações no futebol irão acontecer muito em breve

Braz é o homem forte de futebol do Mengão — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Após eliminação na Libertadores, o foco total no Flamengo é ganhar o Campeonato Brasileiro para acalmar os ânimos dentro e fora de campo. Rogério Ceni terá mais tempo para trabalhar, o DM também deve recuperar todas as peças importantes e finalmente o treinador poderá muito em breve escalar uma equipe ideal dentro do seu conhecimento técnico e tático de jogo.

Nos bastidores, a diretoria flamenguista intensificou o planejamento, irá apertar os cintos no orçamento e a ideia é cortar gastos no futebol. Já ontem (03), Marcos Braz, vice-presidente de futebol, ficou até 21h no Ninho do Urubu resolvendo os ‘pepinos’ e deixando o caminho menos complicado para a gestão continuar tendo sucesso, apesar dos tropeços recentes.

Saídas de jogadores irão acontecer. Lincoln já foi avisado que não será aproveitado e a venda para outro time é questão de tempo. Entre outros nomes, um medalhão também pode deixar o Mais Querido do Brasil: trata-se de Gustavo Henrique, contratado no começo deste ano, mas não rendeu o esperado e a torcida já perdeu a paciência com ele.

Saída de Lincoln é certa
Saída de Pedro Rocha é praticamente certa

Flamengo não vai subir a proposta por Diego Alves. Em caso de saída, o clube economizaria 10 milhões de reais

O Flamengo aceita propostas de mercado por LP e GHhttps://t.co/EzH4VT5YOt— EuclidesFla (@EuclidesFla) Decemb

Segundo o jornalista Rodrigo Mattos, o jogador é um dos atletas pelo qual o Rubro-Negro aceitaria ofertas de mercado. A boa notícia é que o Mengão não precisou pagar para contratá-lo, o zagueiro tinha acabado de encerrar seu contrato com o Santos e escolheu o Flamengo pelo projeto vencedor e toda a estrutura do clube; o defensor também tinha oferta do Palmeiras.

Gustavo Henrique não vive bom momento — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Em fevereiro, Jorge Nicola informou que o salário do Gustavo Henrique girava em torno de R$ 580 mil. Com isso, a sua saída, caso se confirme, diminuiria consideravelmente a folha salarial do Mengão. Mais jogadores também não devem ser aproveitados e vários outros nomes irão aparecer na mídia até o final do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui