Flamengo vence na Justiça e anula pensão de famílias de vítimas de incêndio no Ninho do Urubu

Decisão anula obrigação do Rubro-Negro a pagar pensão mensal de R$ 10 mil às famílias das vítimas

O incêndio no Centro de Treinamento do clube, em fevereiro, matou 10 adolescentes e deixou três feridos AFP

Nesta quarta-feira, a 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deu ganho de causa ao Flamengo. Com isso, foi anulada a decisão da 1ª Vara Cível, que obrigava o clube a pagar uma pensão mensal de R$ 10 mil às famílias das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu que ainda não chegaram a um acordo com o clube.

Segundo os dois desembargadores que votaram a favor da anulação, não cabe a Defensoria e ao Ministério Público do Rio de Janeiro, autores da ação inicial sobre a pensão, defender os familiares, algo que era defendido pelos advogados do Flamengo.

Vale ressaltar que o único voto contra a anulação foi da relatora do caso, a desembargadora Sirley Abreu Biondi, que defendia a manutenção da pensão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui