Conmebol não descarta público na final da Libertadores e deixa decisão nas mãos de autoridades brasileiras

Decisão em jogo único está marcada para 30 de janeiro de 2021, no Maracanã

Jogo entre Flamengo e Resende será na segunda-feira
Torcida do Flamengo no Maracanã — Foto: Alexandre Vidal/GloboEsporte.com

Paralisada em março com o início da pandemia da Covid-19, a Libertadores reiniciou em setembro com os estádios fechados para o público e seguirá assim, pelo menos, até as semifinais. No entanto, há a possibilidade da situação mudar para a decisão marcada para o Maracanã, em 30 de janeiro.

De acordo com o colunista Rodrigo Mattos, do UOL, a Conmebol não descarta a presença de torcedores na final e a decisão depende apenas das autoridades brasileiras, no caso, o município e o governo do Estado do Rio de Janeiro.

Leia também: Em desembarque do Flamengo no Rio, Everton Ribeiro celebra semana sem jogos: ‘Vai ser muito importante’

Vale lembrar que, em setembro, tanto a prefeitura quanto o governo do Estado autorizaram a volta do público aos estádios de futebol do Rio de Janeiro, desde que fosse com 30% da capacidade. No entanto, essas decisões nunca foram colocadas em prática, já que a CBF vetou o retorno dos torcedores na época.

A situação fica ainda mais incerta com o andamento das eleições municipais do Rio de Janeiro. Neste domingo, o atual prefeito Marcelo Crivella (PR) e Eduardo Paes (DEM) disputam o segundo turno. Enquanto o primeiro já mostrou favorável à liberação de torcida em estádios, o segundo ainda não se posicionou sobre o tema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui