Guardiola ironiza demissão de Dome e alfineta diretoria do Flamengo

Foram 24 jogos de Domènec à frente da equipe rubro-negra, com 14 vitórias, quatro empates e seis derrotas

A notícia da saída de Jorge Jesus é tema de polêmica até hoje nos bastidores da Gávea. Nos 13 meses que o Mister esteve no comando do Mais Querido, o Flamengo teve uma performance espetacular e fez uma temporada jamais vista antes na história do clube. No total, o treinador conquistou: Copa Libertadores (2019), Campeonato Brasileiro (2019), Supercopa do Brasil (2020), Recopa Sul-Americana (2020), Taça Guanabara (2020) e o Campeonato Carioca (2020).

Domènec Torrent, de 58 anos e que estava sem clube, foi o técnico escolhido pela diretoria. O último clube que o catalão trabalhou foi o New York City FC, da MLS (entre 2018 e 2019). A sua projeção no futebol ocorreu ao lado de Pep Guardiola, de quem foi auxiliar técnico no BarcelonaBayern de Munique e Manchester CityCarlos Carvalhal, ex-Rio Ave, e Fernando Hierro, ex-comandante da seleção espanhola, também foram sondados por Marcos Braz e Bruno Spindel.

Pouco mais de 2 dois meses depois no cargos Dome amargou uma sequência de resultados negativos e foi demitido. Rodolfo Landim optou por um técnico brasileiro e contratou Rogério Ceni, que estava no Fortaleza. A demissão de Torrent também foi noticiada por alguns portais internacionais e chegou até Guardiola, amigo pessoal do treinador. O espanhol que, renovou com o City até 2023, concedeu entrevista antes do clássico contra o Tottenham, pela Premier League.

(Foto: Getty Images)

Questionado sobre a demissão de Domènec, Pep citou a pandemia da Covid-19 como fator essencial no trabalho do comandante. Os diretores do Flamengo também foram mencionados na resposta. “Foi uma decisão do Flamengo, da sua diretoria. Eu sei que há muitos, não é apenas um que decide. Ele fez um bom trabalho. Não se pode treinar em uma pandemia, mas esta é a decisão. Ele está grato pela experiência de treinar um time no Brasil”.

Torrent deixou a Gávea com o time na 3ª posição do Campeonato Brasileiro, nas quartas da Copa do Brasil e nas oitavas da Libertadores. Em comunicado oficial publicado há algumas semanas, o espanhol agradeceu o clube e a torcida. “Quero agradecer aos jogadores porque com eles compartilhamos muitas horas de trabalho, alegrias das vitórias, as dores das derrotas. Meu agradecimento em especial a esta grande torcida. Obrigado, Nação!”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui