Flamengo tenta renegociar termos de compra de Pedro; clube e atleta têm acordo ‘selado’

Protagonista absoluto do Flamengo no período em que Gabriel Barbosa esteve fora dos gramados por motivo de lesão, Pedro conquistou a torcida rubro-negra e apresentou seu cartão de visitas à diretoria do clube: com um faro de gols apuradíssimo, alcançou a marca de 20 gols na temporada em um ‘piscar de olhos’, aumentando a pressão na Gávea para sua aquisição definitiva após o encerramento de seu empréstimo em dezembro.

Adquirir o passe do camisa 21 é uma das prioridades do Flamengo neste momento e, para a felicidade da Nação, uma parte da negociação já está acertada: de acordo com a apuração do Globoesporte, o Rubro-Negro já chegou a um denominador comum com o atleta, firmando tempo de contrato (cinco temporadas) e vencimentos mensais caso sua compra seja confirmada.

O ‘desafio’ está na negociação com a Fiorentina, por dois motivos específicos: a mudança na comissão técnica do clube, que pode implicar em uma ‘mudança de status’ do centroavante em Florença; e principalmente, nos termos de compra firmados no contrato de empréstimo. Para ficar com Pedro, o Flamengo terá que pagar 14 milhões de euros em seis parcelas semestrais a partir de 2021, ou seja, cotas no valor de 2,33 milhões de euros (R$ 15 milhões na cotação atual).

O clube considera este valor de cota muito alto, muito em função do forte golpe nas receitas sofrido pelo Flamengo (e demais equipes do futebol brasileiro e mundial) em virtude da pandemia de covid-19. A diretoria rubro-negra já está em contato aberto com a Fiorentina, no intuito de diminuir o valor das parcelas de 2021 e aumentar as seguintes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui