Flamengo tem acordo para comprar Pedro em seis vezes e tenta renegociar parcelas

Diretoria deseja diminuir o valor das cotas de 2021 a serem pagas a Fiorentina. Atacante já tem contrato de cinco anos acertado com o clube, caso o direito de compra seja exercido

Advogado de Pedro desafia presidente do Flu
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Para ficar com Pedro após o término do empréstimo, em dezembro, o Flamengo terá que exercer seu direito e comprar da Fiorentina os direitos econômicos do atacante. O clube tenta melhorar as condições, mas o pagamento inicialmente será feito em seis parcelas semestrais, sem entrada, a partir de 2021.

Serão cotas iguais de 2,33 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões na cotação atual), que totalizam 14 milhões (cerca de R$ 91 milhões). Os 2 milhões de euros pagos pelo empréstimo não serão abatidos. Por causa da queda de receita ocasionada pela pandemia do coronavírus, a diretoria deseja diminuir o valor das parcelas de 2021 e aumentar as restantes.

Leia mais: STJD questiona uso de celular de Sampaoli no jogo contra o Flamengo

O Flamengo já tem acerto de contrato com Pedro por cinco anos. A informação foi publicada inicialmente pelo canal “Paparazzo RN” e confirmada pelo ge. O acordo foi feito desde a contratação, em janeiro de 2020, e a ótima performance do atacante esse ano não interfere nos valores de salário.

Caso o Flamengo realmente compre Pedro, a Fiorentina fica com a prioridade em uma eventual transferência futura. Por exemplo: a diretoria rubro-negra recebe uma oferta de R$ 30 milhões e decide vender o atacante. Aí, os italianos são consultados para saber se desejam igualar e, mesmo que tenham este desejo, a palavra final é do atleta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui