Flamengo e Diego Alves reabrem negociação por renovação de contrato

A diretoria aguarda a chegada do empresário do goleiro, Eduardo Maluf, ao Rio de Janeiro para avançar e resolver imbróglio que travou as conversas nos últimos dias

Uma das mudanças realizadas por Rogério no time do Flamengo foi o retorno de Diego Alves ao time titular. O treinador entende que a experiência e a qualidade com a bola nos pés, neste momento, são os diferenciais na escolha pelo camisa 1. Fora das quatro linhas, a diretoria se movimentou e ‘reativou’ as conversas com o empresário do jogador, Eduardo Maluf, para acertar a renovação de contrato, que chega ao fim em 31 de dezembro.

O representante do jogador é esperado pela cúpula rubro-negra no Rio de Janeiro para uma reunião ainda neste final de semana com o intuito de resolver o imbróglio envolvendo a questão financeira. No fim de outubro, o departamento de futebol do Flamengo (Bruno Spindel e Marcos Braz) chegou a um acordo financeiro com o estafe de Diego Alves. Porém, os valores apresentados – aumento na base salarial de 30% – não foram aprovados pelo presidente Rodolfo Landim, que seguiu orientações do departamento financeiro, pois eram acima do teto estabelecido internamente.

Leia também: Zico não perdoa falha de Hugo Souza: “Joga de atacante na pelada”

Após a entrevista coletiva da apresentação de Rogério Ceni, Marcos Braz, vice de futebol e quem mais se esforça pela permanência de Diego Alves, foi questionado sobre a situação do goleiro. O dirigente evitou dar detalhes, mas ressaltou a vontade pela renovação.

“O Flamengo fez uma proposta. Houve um imbróglio. O Diego não tem culpa. Temos um prazo pequeno, porque o contrato acaba em dezembro. Vamos trabalhar para arrumar uma maneira para que ele fique mais tempo com a gente.

Caso o Flamengo não renove com Diego Alves, o goleiro não irá fazer parte do elenco rubro-negro em até 16 jogos da temporada 2020: 11 pelo Campeonato Brasileiro, as duas partidas da final da Copa do Brasil, semifinais e final da Libertadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui