Torcida do Flamengo se mobiliza para protestar no desembarque do clube

Flamengo foi derrotado pelo Atlético Mineiro e vive uma crise sem tamanho nos bastidores

Nas redes sociais, a torcida do Flamengo já está se mobilizando para protestar no desembarque da equipe após a goleada sofrida por 4 a 0, para o Atlético-MG no Mineirão. O movimento começou no Twitter, e informa que a delegação rubro-negra chegará no Aeroporto do Galeão às 00h30. Confira.

https://twitter.com/eulucas_crf/status/1325584445785698305?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1325584445785698305%7Ctwgr%5Eshare_3&ref_url=https%3A%2F%2Fmundorubronegro.com%2Fflamengo%2Ffutebol%2Ftorcida-do-flamengo-se-mobiliza-para-protestar-no-desembarque-do-clube

Atlético-MG 4 x 0 Flamengo

Escalações:

Atlético-MG: Everson; Guga, Junior Alonso, Rever, Igor Rabello e Guilherme Arana; Allan, Franco e Savarino; Keno e Eduardo Sasha.

Flamengo: Hugo Souza; Maurício Isla, Natan, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Thiago Maia, Gerson e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Pedro.

Leia tambémDomènec explica utilização de Gabigol apenas no fim do jogo: “Somos técnicos, sabemos o que falamos”

A partida se iniciou com o Atlético-MG muito efetivo. Em uma bola mas costas de Filipe Luís e Gustavo Henrique, o atacante Eduardo Sasha recebeu no miolo de zaga e aos três minutos, abriu o placar no Mineirão. O gol relâmpago dos mandantes assustou o Flamengo, e já aos sete, Keno recebeu sem marcação de Isla e finalizou sem chances para Hugo Souza, 2 a 0 para o Atlético Mineiro.

O Flamengo só levou perigo ao gol do adversário aos 33 minutos, quando em jogada ensaiada na cobrança de escanteio, Pedro cruzou para o meio, Gerson escorou e Willian Arão finalizou para a defesa de Everson. Aos 36, Natan novamente voltou a levar perigo em toque de cabeça, passando próximo à trave. Fim do primeiro tempo.

Na etapa complementar, Domènec Torrent não mexeu na equipe, porém com o um minuto de jogo, Pedro recebeu um cruzamento de Filipe Luís e cabeceou para uma grande defesa do Everson. A bola voltou para Bruno Henrique, que sem marcação chutou na trave.

Mas não demorou muito para o Atlético aumentar com 13 minutos. Eduardo Sasha de cabeça, 3 a 0. Foi quando Domènec iniciou as mudanças na equipe: Thiago Maia e Filipe Luís deixaram o campo para as entradas de Michael e Renê. Gabigol e Lincoln foram promovidos por Dome aos 33, entrando nos lugares de Pedro e Everton Ribeiro. Não funcionou, Zaracho aumentou o placar: 4 a 0.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui