Entrevista pega mal e Dome vê imagem piorar dentro do Flamengo; Marcos Braz vai falar nesta 5ª para contornar situação

Postura do técnico catalão em entrevista coletiva levantou a fúria de torcedores, além de desagradar dirigentes da equipe rubro-negra

Entrevista de Dome pega mal dentro da Gávea e Braz é acionado

Após os disparos de ironias e indiretas para imprensa feitas por Domènec Torrente na coletiva realizada depois da goleada sofrida no Maracanã, no último domingo (01), diante do São Paulo, o clima não é nada agradável na Gávea. Segundo informações publicadas pelo jornalista Mauro César Pereira em seu blog, a diretoria do Flamengo ficou preocupada com a reverberação da postura do treinador, que conduziu os questionamentos de maneira ríspida e enviesada.

Para a direção Mengo, Dome coloca lenha na fogueira e alimenta a fúria da Nação Rubro-negra nas redes sociais, dando munição para quem não apoia o seu trabalho. Tal *”fritura” por parte de flamenguistas acontece desde sua chegada em substituição ao português Jorge Jesus.

Para amenizar o clima pesado e contornar os dissabores causados, o vice de futebol do clube, Marcos Braz, dará entrevista nesta quinta-feira (5). Braz e o diretor-executivo, Bruno Spindel, são os responsáveis por trazer Dome para o Flamengo e temem que qualquer revés sofrido pelo clube, se transforme em um desnecessário confronto com a imprensa, já que as reações deselegantes do treinador pontuou diversas perguntas pertinentes.

Embora a insatisfação esteja longe de provocar a demissão de Torrent, é o entendimento que o treinador cavou uma crise desnecessária com sua postura após o desastre diante do Tricolor Paulista. Dentro do clube, a avaliação é que a coletiva do técnico pautou não apenas os incansáveis torcedores mais exaltados, mas também programas de TV que, sistematicamente, ignoram as virtudes do time para criticar o trabalho realizado no Mais Querido do Brasil.

Dome deu o pontapé inicial para que os críticos estendam as críticas para sua jornada na Gávea, além de críticas pontuais sobre falhas da zaga ou ineficiência de atacantes. Alguns viram atitude negacionista do treinador diante da derrota ao não admitir de maneira clara os erros do time.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui