Dome compara queda do Flamengo em casa a situação de clubes como Liverpool e Barcelona

No último domingo (01), o Flamengo perdeu para o São Paulo, por 4 a 1, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em jogo marcado por falhas individuais e pênaltis desperdiçados, o Rubro-Negro deixou escapar a chance de assumir a liderança da competição. Com o retrospecto como mandante sendo o contrário de 2019, o técnico Domènec Torrent foi questionado sobre a dificuldade que o Mais Querido tem em casa.

Em entrevista coletiva pós-jogo, Domè ressaltou que a falta da torcida afeta o elenco e, além disso, comparou a situação do Flamengo ao momento semelhante que vive alguns gigantes europeus e citou Barcelona, Liverpool e Manchester City.

– Acho que, se vocês entendem um pouco de futebol, sabem que a torcida no Maracanã ganha uns 10 pontos (no Campeonato Brasileiro). O time jogar melhor e defender melhor é meu trabalho, eu sei. Mas é a torcida (é o motivo da queda de aproveitamento) (…) Isso está acontecendo em todos os lugares do mundo. O Manchester City, o Liverpool, o Barcelona… Todos têm problemas quando jogam em casa. Por que? Porque não têm torcida! Vocês não entendem que a torcida maravilhosa do Flamengo ganha 8, 10 pontos? Não entendem isso?

Leia mais: Flamengo sofre com falta de opções no meio em derrota para o São Paulo

O Flamengo não sabe o que é atuar com torcida desde 11 de março, quando enfrentou o Barcelona de Guayaquil, no Maracanã e acabou vencendo por 3 a 0. De lá para cá, o Rubro-Negro realizou 15 jogos em casa: 10 vitórias, três empates e duas derrotas. No entanto, apesar dos números serem favoráveis, pelo Campeonato Brasileiro, o Mais Querido é somente o 9º melhor mandante: quatro triunfos, três partidas empatadas e dois revés.

– Infelizmente é impossível (ter torcida) pela pandemia. O que temos que fazer, então? Melhorar. Mas isso aconteceu em todo o mundo. Nas ligas da Europa, se vocês estiverem seguindo, aconteceu o mesmo – completou:

– Há campos muito especiais no mundo. O Maracanã é um deles. A torcida do Flamengo é uma das melhores do mundo, mas não podemos tê-la (na arquibancada) por causa da pandemia. O que temos que fazer? Fechar mais e tentar matar o jogo. Acho que hoje podíamos ter matado o jogo, não só pelo pênalti que perdemos no 1º tempo, mas pelas outras chances. Não fizemos os gols e depois sofremos gols.

Virando a chave, o Flamengo foca na Copa do Brasil. O confronto de volta, pelas oitavas de final, está marcado para esta quarta (04), às 21h30 (de Brasília), contra o Athletico Paranaense, no Maracanã. Como o Rubro-Negro venceu por 1 a 0 na Arena da Baixada, possui a vantagem do empate jogando em casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui