Flamengo é o segundo clube com maior prejuízo devido a ausência de público no Brasileirão

FOTO: MAGALHÃES JR./PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A pandemia do novo coronavírus afetou diversas esferas da sociedade, e o futebol não ficou fora disso. Com os portões fechados desde o início do Campeonato Brasileiro, o prejuízo financeiro dos clubes já atinge níveis muito altos. Para ilustrar, até aqui, somando as 20 equipes da Série A, R$ 12 milhões é o valor do detrimento, e o Flamengo é um dos times que mais sofre com a ausência de torcida nos estádios.

O levantamento feito pelo portal “Uol” se baseou nos documentos enviados pelos clubes a CBF até 17ª rodada, nos quais levam em conta custos como despesas operacionais do estádio, segurança, ambulância, controle de dopagem e pagamento do grupo de arbitragem. Por certo, em condições normais, tais despesas seriam pagas com a renda da venda de ingressos de cada partida.

Em suma, o Flamengo é o segundo clube que mais tem prejuízo no Brasileirão, ficando atrás apenas do Fluminense. Por certo, o Rubro-Negro, todo jogo no Maracanã tem de pagar cerca de R$200 mil em despesas e, por isso, já soma R$ R$ 1.297.799,39 em déficit.

Confira o TOP-5 por prejuízo total:
1º – Fluminense – R$ 1.679.871,58
2º – Flamengo – R$ 1.297.799,39

3º – Botafogo – R$ 823.546,15
4º – Atlético-MG – R$ 813.971,87
5º – Palmeiras – R$ 712.480,50

Recentemente, o Mais Querido, através do presidente do clube, Rodolfo Landim, se mostrou favorável a volta do público, desde que as normas de segurança sejam cumpridas. A CBF chegou a iniciar discussões sobre tal tema, no entanto, o debate acabou não indo para frente.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here