Sem arrascaeta, Vitinho será o responsável na criação ao lado de Everton Ribeiro

Foto: Mauro Pimentel / AFP

Vitinho começou sua recuperação no jogo contra o Corinthians, em São Paulo. O camisa 11 vinha de atuações ruins e até sendo contestado pela torcida e mídia. Após atuar em uma nova posição e se reinventar jogando por trás do atacante, o jogador subiu o nível e ganhou a confiança de Dome, por ser o ”dublê” de Arrascaeta e não jogando pela ponta.

Agora com mais liberdade de movimentação, muitas vezes alternando com Everton, Vitinho, o “dublê” de Arrascaeta, se mexe e busca espaços entre a defesa e o meio-campo do adversário. Os jogos contra o Corinthians e Junior, mostraram que Vitinho tem repertório para atuar como meia e se torna ainda mais perigoso por conta do bom chute com as duas pernas.

LEIA TAMBÉM: Flamengo deve receber proposta de R$ 66 milhões por Vitinho

A ”dobradinha” com Everton e a troca de posições constantes, podem ser crucias para confundir a marcação do Internacional, já que o Flamengo se torna perigoso tanto jogando pelo flanco/fundo esquerdo, quanto chegando pelo meio. Já o atacante Pedro, não precisa tanto sair da área, já que os meias trocam de posição e faz a bola chegar mais ”limpa” ao atacante. Flamengo precisa de uma vitória para a assumir a primeira posição do campeonato.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here