Braz confirma prioridade do Fla após De La Cruz ser apontado como reforço; salário do meia é revelado

O meio-campista, destaque no River Plate, já foi especulado em alguns clubes do futebol brasileiro; no final de semana, voltou a ter seu nome ventilado junto ao Mais Querido

De La Cruz: alvo rubro-negro (Foto: Getty Images)

A reabertura da janela de transferências internacionais, que aconteceu no último dia 13, aqueceu as especulações no mercado da bola. Um dos principais destaques do continente sul-americano nas últimas temporadas, o meia Nicolás De La Cruz, do River Plate, meio irmão do experiente Carlos Sánchez, do Santos, voltou a ser apontado como alvo do Flamengo e outros clubes brasileiros. 

O jogador uruguaio de 23 anos é peça-chave no esquema do técnico Marcelo Gallardo na equipe argentina, mas está em reta final de vínculo. Ligado ao River Plate apenas até junho de 2021,  De La Cruz, a partir de 1º de janeiro, já poderá assinar um pré-contrato com qualquer clube para sair de graça. Atualmente, segundo o Transfermarkt, o jogador está avaliado em 12 milhões de euros (cerca de R$ 79 milhões).

No final de semana, Fabrício Lopes, do canal “Fla Nação VVP”, informou que o Mengão realizou uma sondagem para entender a situação de De La Cruz, que teria interesse em atuar no clube. Já nesta segunda-feira (19), o jornalista Jorge Nicola revelou ter conversado com Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Mais Querido.

O dirigente indicou que, atualmente, a prioridade do Flamengo é acertar as compras de jogadores que estão emprestados ao clube, como Pedro Thiago Maia, que têm contratos até 31 de dezembro. Apesar da possibilidade da assinatura de um pré-contrato, Braz destacou que o clube teria que arcar com altas luvas para ‘comprar os direitos‘ do próprio atleta.

[ays_poll id=8]

O River Plate detém 30% dos direitos econômicos de De La Cruz, enquanto o Liverpool-URU é dono do restante. O clube argentino vem tentando estender o contrato do meia, mas não encontra facilidade. O salário do jogador, segundo Nicola, é de 1 milhão de dólares (R$ 5,6 milhões) livres de impostos, ou seja, R$ 470 mil por mês (cerca de R$ 700 mil, sem impostos).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here