Landim ‘peita’ novamente a CBF e não pretende liberar mais defensor para a seleção; clima esquenta internamente

Com o atleta se destacando com o Mengão, Landim não deseja a convocação do defensor para a seleção. Caso seja mantida, ele perderia confrontos importantes com o clube

Após a saída de Jorge Jesus, que acabou voltando ao Benfica, o Flamengo teve dificuldades para entender o estilo de jogo do técnico Domènec Torrent, mas a equipe vem mostrando evoluções nos últimos jogos. Agora, o clube volta as atenções para a partida diante do Corinthians, no domingo (18), às 16h, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

Caso vença, o Mengão pode terminar a rodada na liderança, já que possui 31 pontos, semelhante ao Atlético Mineiro, que é o líder, e ao Internacional, que é vice. Para conseguir o objetivo, o Mais Querido do Brasil teria que vencer seu confronto e torcer para a derrota ou empate dos rivais. O Galo enfrentará o Bahia, na segunda-feira (19). Já o Colorado jogará diante do Vasco, no domingo (18).

Fora das quatro linhas, uma situação que abala os bastidores é envolvendo Ramon, uma das grandes joias do clube. Se destacando com a camisa rubro-negra, o lateral-esquerdo foi convocado pelo técnico André Jardine para a seleção brasileira sub-20. Os selecionados pelo comandante vão se reunir em Itu, interior de São Paulo, entre os dias 21 e 31 de outubro.

No entanto, de acordo com o jornalista Bernardo Ramos, o Fla não deseja liberar o atleta. Por não ser data Fifa, o clube não tem a obrigação de ceder o defensor, favorecendo a decisão da diretoria. Caso a convocação seja mantida, o atleta perderia duelos importantes com a camisa do time carioca e por isso a situação não agrada.

Nessa linha, ficaria de fora diante de Junior Barranquilla, pela Libertadores, contra o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro, e também seria baixa no primeiro jogo da Copa do Brasil diante do Athletico-PR, perdendo três partidas importantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui