Flamengo lança música em homenagem ao Dia do Nordestino

Rubro-Negro reconta história do clube na região lembrando gols e fatos históricos, além dos ídolos que nasceram no Nordeste, como Júnior, Nunes, Dida e Obina, entre outros

Em homenagem ao Dia do Nordestino, celebrado em 8 de outubro, o Flamengo publicou um vídeo em suas redes sociais contando a história do clube na região e lembrando gols memoráveis, fatos marcantes e ídolos que vieram de lá, além de fazer reverência à grande Nação Rubro-Negra nordestina. Veja o clipe abaixo – o qual conta com música original ressaltando Nunes, Angelim, Júnior & Cia.

– É dia de celebrar os milhões de arretados da Nação! Terra maravilhosa e aconchegante, que sempre nos abraça da forma mais carinhosa. Lugar de rubro-negros com sorriso no rosto, alegria contagiante e muito amor pelo Mengão! Obrigado, Nordeste! – publicou o Flamengo neste Dia do Nordestino.

A letra da música compartilhada pelo Flamengo no Dia do Nordestino: 

“Dia 08 de outubro, dia de comemorar
Esse povo e essa terra, chega mais, vamos cantar
Para o povo nordestino um repente eu vou fazer
Um salve pra toda gente que de perto já curtiu
O Flamengo no Nordeste é o Mais Querido do Brasil

Vem de longe esse amor, se alojou no coração
Desse povo do nordeste, da nossa grande Nação

Por volta de 25 que essa história começou
3 a 1 em cima do Torre, amistoso no Recife, que a paixão se iniciou

De lá pra cá, muita coisa aconteceu
E a torcida do Flamengo no Nordeste só cresceu
De lá pra cá, muita coisa aconteceu
E a torcida do Flamengo no Nordeste só cresceu

Teve gol de bicicleta, do arretado Arrascaeta
O Castelão foi à loucura, isso foi em Fortaleza
Teve Nunes e Angelim pra escrever mais uma história
Na vida do rubro-negro nossos craques nordestinos estão marcados na memória

No estádio Rei Pelé, em João Pessoa, no Almeidão, foi em cima do São Paulo que o Mengo foi campeão
Primeiro gol do galo, digo profissionalmente, aconteceu contra o Bahia, isso agora eu lembrei, porque o Zico é o nosso rei

De lá pra cá, muita coisa aconteceu
E a torcida do Flamengo no Nordeste só cresceu
De lá pra cá, muita coisa aconteceu
E a torcida do Flamengo no Nordeste só cresceu

Teve muita gente boa que chegou para somar, saindo lá do Nordeste no Flamengo foi brilhar
Tem o Dida, tem Dequinha, tem Almir e o Pernambuquinha, tem Babá e tem Toninho, tem Obina e Aldair
No Judô Sarah Menezes que vem lá do Piauí

Também lá do Piauí, tem Renê na lateral
Já teve o Maestro Junior que era fenomenal
Tem o Zagallo de Alagoas, Bebeto lá da Bahia
Nascidos na mesma terra, tem Junior Baiano e na canoa o Isaquias

De lá pra cá, muita coisa aconteceu
E a torcida do Flamengo no Nordeste só cresceu
De lá pra cá, muita coisa aconteceu
E a torcida do Flamengo no Nordeste só cresceu

Não vou mais me estender
Nessa prosa com vocês
O papo tá muito bom, mas não posso me esquecer
De dizer muito obrigado, do fundo do coração
Para o povo do Nordeste, mas por todo o seu legado
Na cultura e no trabalho, sempre em prol dessa Nação!”