Vem tranquilo! Pedro marca mais um, e Flamengo bate o Athletico com facilidade no Maracanã

Por: Paula Mattos: Flamengo e Athletico Paranaense entraram em campo neste domingo (04), em partida válida pela décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto foi disputado no Maracanã, às 16h (horário de Brasília), e o Mais Querido buscava uma vitória para garantir mais três pontos na tabela de classificação.

Com o retorno de alguns titulares que estavam infectados pela covid-19, o Flamengo de Jordi Gris entrou em campo com Hugo (Neneca), Isla, Gabriel Noga, Natan e Filipe Luís; Gerson, Arão e Arrascaeta; Bruno Henrique, Vitinho e Pedro.

O primeiro tempo começou lá e cá, mas as equipes não conseguiam ser efetivas e, apesar de boas chances criadas para os dois lados, a primeira etapa terminou sem gols. No segundo tempo, o Flamengo voltou ligado no 220v, dominou o jogo e balançou as redes em três oportunidades. Pedro, Bruno Henrique e Everton Ribeiro balançaram as redes de Santos e garantiram a vitória do Mais Querido. O CAP conseguiu marcar uma vez e diminuiu o marcador, mas não conseguiu para os ‘Coringas do Flamengo’. Fim de papo no Maracanã: Mengo 3×1 Athletico-PR.

O JOGO:

Aos 38 segundos do primeiro tempo, Hugo Souza deu uma saída de bola errada e um verdadeiro presente para o Athletico Paranaense, que teve uma grande chance de sair à frente do placar, mas a bola explodiu no travessão. Depois do lance de perigo, as duas equipes buscavam jogo, mas a partida era interrompida com certa frequência, devido ao alto número de faltas.

Apesar de um jogo bem pegado, lá e cá, as equipes não conseguiam ser efetivas. Aos 13 minutos, houve uma sequência de ataques com ótimas defesas dos dois goleiros. O Athletico comandou o primeiro lance e, em boa jogada, Neneca fez uma defesaça e salvou o Flamengo, que emendou o contra-ataque. Bruno Henrique disparou e tocou pra Pedro, que bateu pro gol e parou nas mãos de Santos.

Aos 21, Gabriel Noga, na bola, fez uma falta fora de área e o juiz assinalou pênalti. No entanto, ao conferir as imagens do VAR, deu a falta fora, um cartão para o zagueiro do Mais Querido e um para Erick, que estava no banco do CAP, por reclamação. Na cobrança, que foi em direção à meta do Mengão, Hugo não teve muitas dificuldades de mandar para fora.

Em boa troca de passes, Bruno Henrique tabelou com Pedro, mas sofreu a falta. Arrascaeta foi na bola e cobrou no cantinho do goleiro Santos, que defendeu. Nos minutos finais, o Flamengo conseguiu ajustar a saída de bola e aumentou o volume de chances, principalmente pela esquerda, com Arrasca e BH.

Aos 42, Vitinho teve uma excelente chance de abrir o marcador. O atacante recebeu de Isla, driblou e cruzou. A bola desviou no zagueiro adversário e quase surpreendeu o goleiro Santos. Logo depois, defesa ESPETACULAR de Neneca. Lucho Gonzáles mandou uma bomba rumo à meta rubro-negra e, apesar de estar em impedimento, parou nas mãos de Hugo. Fim da primeira etapa: Mengo 0 x 0 Athlético-PR.

Para o segundo tempo, o Flamengo retornou com mudança. Jordi Gris tirou Vitinho e substituiu por Everton Ribeiro que, em sua primeira jogada, tabelou com arrascaeta e mandou um FOGUETE rumo ao gol do Athlético Paranense, mas parou na excelente defesa de Santos.

Ligado no 220v, o Rubro-Negro entrou em campo com outra postura na etapa final. Com várias chances criadas, aos 10 minutos GOL DE PEDRO! Mengo 1×0.

Na jogada seguinte , aos 12, pênalti para o Flamengo. Bruno Henrique chutou e a bola explodiu na mão de , que nem reclamou da marcação. O próprio BH fez a cobrança, estufou a rede de Santos e partiu para o abraço. Mengo 2×0.

Depois dos gols do Flamengo, o CAP acordou e conseguiu responder. Após cruzamento, Kayser finalizou de cabeça e diminuiu a vantagem do Mais Querido. Mengo 2 x 1 CAP. No lance seguinte, aos 25, o Fla teve a chance de marcar um golaço. Gerson recebeu de Pedro e, de cabeça, tentou encobriu o goleiro para ampliar o marcador. No entanto, por muito pouco, a bola saiu.

Aos 31, Isla cruzou para Arrascaeta, que só ajeitou para Everton Ribeiro, que bateu para o gol. A bola desviou na defesa adversária, deixando o Santos sem condição de evitar o terceiro gol. Mengo 3×1. Pouco depois, substituição dupla no Mengão: Jorgi Gris tirou Pedro e Bruno Henrique para as entradas de Lincoln e Michael. Sem muitas novidades nos minutos finais, Diego substituiu Arrasceta e conseguiu ditar mais ritmo ao meio de campo, fazendo a bola girar e administrando o resultado positivo. Sem mais surpresas, fim de papo no Maracanã: Flamengo 3×1 Athletico PR.