Flamengo não libera, e Lincoln não será negociado com o Grupo City

Rubro-Negro tinha conversas adiantadas com a empresa dona de dez clubes pelo mundo, mas decidiu, por ora, não ceder o atacante de 19 anos

O Flamengo decidiu: Lincoln não será emprestado ao Grupo City nesta janela de transferência. A diretoria e o técnico Domènec Torrent entendem que o jovem atacante será importante para a disputa da temporada 2020, que vai até o fim de fevereiro, e o jovem não será mais negociado por empréstimo com a empresa.

Antes das partidas contra Palmeiras e Independiente del Valle, as quais Lincoln foi titular e jogou bem, com direito a gol diante dos equatorianos, o Flamengo e o Grupo City tinham conversas em andamento para fechar o negócio. Porém, após reunião da diretoria com o comandante Dome, foi consenso que uma ida do jogador ao Troyes, da França, time que a empresa ia colocar o jovem, não é tão vantajosa.

Vale ressaltar que o entendimento da diretoria não mudou porque Lincoln foi bem nos dois últimos jogos. Na verdade, o jogador sempre teve a confiança da cúpula, principalmente Marcos Braz. O vice de futebol não esconde nos bastidores que gosta do jovem e vê um grande potencial no jogador, que tem apenas 19 anos.

Então, pelo menos neste momento, Lincoln ficará no Flamengo e, inclusive, será relacionado para pegar o Athletico no domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.